domingo, 15 de outubro de 2017

Transição planetária - Estudo - Parte 03 - A interpretação enganosa da "profecia" de Apocalipse


Há poucos dias tivemos o evento do eclipse e rolou muita conversa em cima disso. Inclusive, rolou também uma história de que uma certa "profecia" bíblica se cumpria exatamente no dia do eclipse. Esta "profecia" (que é mais uma visão) está em Apocalipse, capítulo 12. Estudei durante toda a minha adolescência a teologia cristã, aos quatorze anos já tinha estudado a Bíblia toda e estava me aprofundando em teologia. E o que eu mais gostava de estudar eram as profecias, em especial as de Apocalipse.

E é lamentável estudar bastante e nesta altura do campeonato ter que se deparar com pessoas sem o menor conhecimento no assunto espalhando besteira por aí. Se você quer estudar uma profecia, assim como qualquer outra coisa dentro de um livro, em especial a Bíblia que é a fonte da tal profecia (visão), é inteligente que se estude tudo, do começo ao fim. Uma profecia faz parte de um todo. Não se pode tirar uma parte do todo e dar a ele o significado que bem entende. Isso é profundamente ignorante e feio, porque mostra que a pessoa tem preguiça de estudar.

Mas foi o que fizeram com a mulher “vestida de Sol” de Apocalipse 12. Por isso creio que estudar a Bíblia foi muito importante pro meu desenvolvimento como professor de espiritualidade. O mesmo, pessoalmente, recomendo a quem quer realmente crescer em conhecimento e entender uma série de coisas que sem esse estudo ficam difíceis de serem compreendidas. Eu ia fazer uma palestra a respeito, mas creio que seja mais fácil explicar isso por aqui mesmo, pois fica até mais didático. Então, vamos analisar a visão e João, o apóstolo.

Apocalipse 12 diz que João tem uma visão, surge no céu uma mulher vestida de Sol, com a Lua aos seus pés. Ela tinha dores de parto e usava uma coroa com doze estrelas. Disseram aí que essa mulher seria a constelação de virgem e que sua posição no dia do eclipse era exatamente conforme a descrição da mulher de Apocalipse, ou seja, acima da Lua. O filho que ela gerou seria Júpiter, pois no céu, naquele dia, Júpiter estaria numa posição em que apareceria no “ventre” da constelação de virgem, composta de doze estrelas (disseram, não sou eu quem está dizendo isso). E qual o embasamento teológico que essas pessoas tiveram pra dar essa explicação? Eu respondo – Nenhum.

Quem é a mulher vestida de Sol?

Sempre que uma mulher aparece em profecias bíblicas se refere a uma organização espiritual. Exemplo disso é quando Paulo chama a igreja do primeiro século de “noiva de cristo”, ou seja, uma mulher. E mais tarde, em apocalipse, a mulher que se senta sobre a besta, conforme estudamos na palestra sobre religião, simboliza a própria. Ou seja, mulher = organização espiritual. O fato da mulher ser “virgem” significa que até então, no momento do “parto”, ela era virgem. Virgindade em profecias simboliza pureza espiritual, significa que aquela organização era pura, não tinha se corrompido. Estava sob a Lua – Não é literal, Lua é um arquétipo materno, associada ao feminino. Vestida de Sol – Sol = Arquétipo de poder, autoridade, símbolo do Yang.

Ela usava uma coroa com doze estrelas. A organização espiritual “Israel” que até então era tida como o “povo de Deus”, era composta por doze tribos. Mais tarde, a nova Jerusalém (chamada de noiva de Cristo) que desce do céu conforme relata em Apocalipse possui o alicerce dividido em doze partes, correspondentes às tribos de Israel e aos doze apóstolos, sobre os quais Jesus fundou sua “igreja” (o novo Israel, agora espiritual e não mais uma nação terrena). Prova disso é que Jesus surge no “Monte Sião” (simbologia dada aos planos espirituais superiores) junto com cento e quarenta e quatro mil, sendo doze mil de cada tribo da nova Israel (outros mundos).

Então, está claro que esta mulher era Israel. Ela deu à luz a um filho homem. Este homem regeria as nações com vara de ferro. A descrição desse homem é a mesma das profecias de Isaías quando este anunciou a vinda do Messias. Ou seja, este filho homem é Jesus. “Reger as nações com vara de ferro” significa que ele exerceria autoridade sobre a Terra. E foi o que aconteceu. Assim que ele ascendeu às dimensões superiores após sua morte, assumiu o “comando” do projeto Terra (humanidade) junto com sua equipe. 

E na profecia diz que esse menino havia sido arrebatado a Deus e seu trono. Traduzindo, ele recebeu uma posição de mais autoridade nas dimensões superiores. Israel gerou Jesus, o filho de Maria e José, porque sua família era da linhagem de Davi, isso explica por ele “nasceu” de Israel (a mulher vestida de Sol). Conclusão - A visão de João é um resumo de vários acontecimentos, desde o planejamento da vinda de Jesus e o projeto de dá-lo o comando de Gaia até os dias atuais onde a besta e a serpente perseguem os remanescentes da "virgem" (Israel), aqueles que desceram para cumprir a mesma missão do Mestre, obviamente de formas diferentes.

Disseram que esse menino era Júpiter, o planeta. Baseados em quê? Vai saber, né? Prosseguindo, O dragão persegue a mulher assim que esta dá a luz. Ela se esconde no deserto por mil duzentos e sessenta dias, que dá três anos e meio, o mesmo tempo da obra missionária de Jesus. Após a partida de Jesus, o remanescente de Israel foi perseguido. E a nova Israel, cuja coroa simboliza os doze apóstolos e as doze tribos espirituais, foi perseguida pelo dragão com sete cabeças e dez chifres. A gente já sabe que esse dragão é o poder político. Na própria bíblia isso é dito. Os chifres representam reinos, é uma simbologia. As sete cabeças, conforme o próprio livro são sete montes e sete reis. Junto com o dragão, a antiga serpente também persegue a mulher. Serpente é um animal réptil, e no contexto é dito que ela enganou a humanidade. E qual raça que vem dominando esse sistema há milênios e que se parece um réptil? Pois é! Está claro, não?

Não encontrei nenhuma associação do dragão a Nibiru, conforme disseram por aí. Segundo os Sumérios, Nibiru seria um dos planetas do nosso sistema Solar. Se Nibiru é o dragão e ele persegue a virgem vestida de Sol, então segundo esse pessoal, o planeta Nibiru perseguirá a constelação de virgem. E o menino (Júpiter) foi arrebatado e se sentou num trono... Faz sentido? Não.

A visão prossegue dizendo que a mulher se esconderia por um tempo, tempos e metade de um tempo. Quando se cita “tempo” na Bíblia se refere a um ano. Então, um tempo = um ano, tempos = dois anos, metade de um tempo = meio ano, dá três anos e meio ou mil duzentos e sessenta dias. Seria este, conforme estudos, o tempo da grande tribulação anunciada por Jesus, ou seja, o momento mais crítico desta humanidade, que se aproxima.

A profecia espalhada sobre o eclipse diz que o “Alto” (só se “alto” for sinônimo de bêbado) decretou que não haveria mais morte em massa, nem catástrofes e que tudo ia fluir no amor daqui pra frente. Seria o fim da escuridão. Bom, isso é mentira. As coisas não são bem assim, infelizmente ou não. Só depois do eclipse duas tragédias horríveis pelo menos foram divulgadas amplamente pela mídia e os pseudos jornalistas do Face, que foram – A tragédia da creche e a matança em Las Vegas. E não haverá mais mortes em massa? Aham, conta outra!

Isso, mais uma vez, não passa de historinha pra distrair as pessoas. E cumpriu seu propósito. Grande parte acreditou e está agora dizendo sem parar “Vitória da luz” como se fosse um comando hipnótico. Infelizmente, não vamos evoluir sem sofrimento porque o homem tem provocado isso sobre si mesmo e sobre o mundo. Há milênios que grandes sacudidas vêm sendo anunciadas. E muitas já aconteceram. É preciso acontecer uma grande limpeza pra separar o joio do trigo. Não tem outro jeito, não dá pra negociar com a humanidade atual. Ninguém escuta, poucos levam a sério a evolução espiritual. Quando não vão pra religião, juntam-se aos “Namastês” da vida, fumam aquela maconha cósmica e abandonam a realidade, numa fuga alucinógena do real. E é “vitória da luz” pra cá e “vitória da luz” pra lá. E ninguém para pra pensar no que está acontecendo. Leem qualquer coisa, acreditam e fim. Preferem acreditar que está tudo bem, mas não está. Estamos numa fase crítica da transição.

Já houve grandes transformações fortes no planeta desde que o mundo é mundo e haverá mais. Não é o mal operando, tampouco é espalhar medo falar disso, é abrir os olhos pro real. É a natureza organizando as coisas do jeito dela. Tem-se espalhado o conhecimento há milênios, seres evoluídos têm descido pra acordar esse povo a fim de o sofrimento não seja necessário. E qual o resultado? Não querem ouvir. Então, sobrou qual opção? 

Então, como o Amor pode transformar esse mundo sem que sejam necessárias algumas sacudidas fortes? Não tem jeito. Estamos vendo a natureza ficando cada vez mais violenta, o calor que chega queimando tudo (e isso é anunciado em Apocalipse, quando o anjo derrama sua taça sobre o Sol e os homens são abrasados com fortes calores), as chuvas torrenciais e enchentes, o governo aprontando, o povo ficando maluco... E “vitória da luz” né? Vamos comemorar, afinal de contas, o alto decretou o fim da escuridão, obaaaa!!! Quanta alienação!

A escuridão é produto da ignorância, esta só vai terminar quando as pessoas mudarem. Mas aqui tem prazo e quando ele terminar, quem mudou e fez por onde permanece em seu ciclo cármico sobre a Terra na construção de um novo mundo. Pra quem quer luz, lucidez, verdade e consciência, as coisas têm ido noutro rumo e a vida tem sido especial e linda (já na vibe da nova Terra). E quem não evoluiu, vai pra outros orbes e fim de assunto. E esse povo precisa sair. Amigavelmente é que não será. 

Tente, ao varrer o seu quintal, pedir para as formigas se retirarem do caminho. O que você vai conseguir? Nada. A menos que você passe a vassoura por cima, não terá quintal varrido. Só que você pode esperar as formigas irem embora pra então varrer, mas a Espiritualidade tem um prazo pra tocar as coisas aqui. Acabou o prazo, vassoura em cima das “formigas” e bola pra frente. Choca, não é? Eu sei, mas é a realidade. Sempre foi assim e sempre será. A natureza não tem dó de ninguém, se precisar tirar todo mundo violentamente ela tira. Daqui a pouco o prazo terminará e você verá o que vai acontecer. E quando acontecer se lembrará deste texto, caso ainda esteja vivo. Não é implantar medo, é acordar pra sair da ilusão e visão romântica.

Por que as pessoas parecem estar loucas? Jesus disse que ajuntaria seus escolhidos nos quatro cantos da Terra. Para que esses escolhidos sejam achados, deve-se ter um meio pra isso. E são as obras. Pelas obras seremos justificados ou condenados, e somos nós quem nos damos a sentença. Por isso em Apocalipse diz – Quem é injusto, continue na injustiça, quem é santo, continue se santificando. O que é isso? É o produto da ação da luz sobre a Terra. Quando entra luz, toda verdade vem à tona. Esse é o efeito da luz sobre o mundo e sobre as pessoas.

À medida que mais luz entra, a realidade da índole e do caráter de cada um por ela é evidenciada. E quando se é evidenciada contundentemente, é vibrada. Se é vibrada, é identificada pelas obras daquilo que está em evidência. Então, assim, as pessoas são separadas e o joio é identificado em meio ao trigo. É só jogar luz que o trigo aparece e o joio também. Quem for trigo, pega essa luz e evidencia a sua índole de luz. E quem for joio, ao bater da luz evidencia a sua índole de ignorância e maldade. Assim os cabritos são separados das ovelhas. E gradativamente está havendo a separação. E quem for cabrito será encaminhado aos "apriscos" (mundos) de cabritos.

E assim se cumpre o que foi dito. E que infelizmente é distorcido por aqueles que se dizem espiritualistas e emissários do Reino de Deus. Lamentável essa realidade! Por isso tenho me afastado desse movimento espiritualista cada vez mais, não quero fazer parte dessa alienação dirigida pela antiga “serpente”. É muito blá blá blá repetido, muita conversa sem fundamento. Só se deixa levar por isso quem não estuda e se contenta com o café com leite.

Saí da religião por causa disso e saí do movimento espiritualista pelo mesmo motivo. Andam em círculos, o assunto não muda, a conversa não avança, as lições são sempre as mesmas e quando aparece um assunto aparentemente “novo”, é mais besteira. Virou um banzé, quase ninguém sabe o que está falando e todo mundo copia a mesma coisa, feito macaco. Se você se satisfaz com isso, fique à vontade! Quando interagi com Maria e falei sobre as mensagens deles que têm vindo com cada vez menos frequência através de mim, ela me disse que aquilo que precisava ser dito à humanidade, já foi dito. E não iam ficar repetindo os mesmos assuntos. Ou seja... Sem comentários! O jardim de infância é necessário para a criança. Mas tem algo errado se ela nunca sai desse período, né?

Convém que façamos a nossa parte, em justiça, honra e trabalho, sendo emissários das boas novas da luz, onde formos e no que fizermos, porque pelos frutos seremos reconhecidos. E que nossos frutos, meus e de cada um de vocês que leem este blog, sejam dignos do Reino de Deus.

Acesse às palestras sobre a Transição em nosso canal do Youtube, clicando AQUI & AQUI

Que o amor nos cure!
Vinícius Francis :-) 

Loja Virtual - AQUI
Magia da Transformação - AQUI
Nossas páginas do Facebook:
Comunidade - AQUI
Grupo fechado - AQUI
Página pessoal (Vinícius Francis) - AQUI

Um comentário:

Deixe aqui sua opinião ou pergunta.