domingo, 2 de junho de 2013

Elohins - Por quê não largam os "pesos"?


Abrimos-nos a quem se abre a si mesmo. Aproximamos-nos de quem se aproxima de si mesmo. Pois o homem que tem por objetivo o encontro consigo encontra-se também conosco. Porque somos a exata sensação de encaixe do Eu menor com o Eu maior.

A exata sensação de êxtase que se sente no momento do alinhamento de vocês com Deus, com o Deus interior, define exatamente aquilo que somos em essência.

E estamos, em essência, nas coisas simples que vocês fazem constantemente como sorrir, gargalhar, contar uma boa piada, apreciar o brilho do Sol, o cair da chuva. Vocês fazem essas coisas muitas vezes, mas, não procuram manter a vibração que sentem quando praticam essas coisas, por muito tempo.

O que acontece é que vocês se divertem! Sim, vocês se divertem, no entanto, a vibração que sentem quando se divertem fica ativada muito pouco tempo em vocês e gostaríamos que a vibração que sentem quando estão simplesmente divertindo-se, permanecesse com e em vocês durante a maior parte do tempo.

E isso, certamente responderia às perguntas de muitos, que chegam até nós. 

Vocês sempre nos questionam em pensamentos, em sonhos, no momento em que se deitam para dormir. Vemos e sentimos vossos questionamentos quando estão no trânsito ou no trabalho. Alguns de vocês nos perguntam: 

Como não consigo mudar a minha vida? O que eu preciso fazer para que as coisas mudem?

Vocês não nos perguntam isso formalmente. Nem diretamente, porque muitos de vocês nem sequer creem que possamos ouvi-los. Muitos acham que sentimos e “ouvimos” somente alguns e outros não. Sentimos e vivenciamos todas as vibrações que nos são emitidas. Somos parte emocional da Fonte e por isso, vibramos nas frequências emocionais que vocês emitem.

Somos parte da essência não física do que vocês nomeiam de Deus. Fazemos parte do que vocês chamam de “Universo”. E mais, compomos também o vosso Universo físico. Pois as vibrações, agora sólidas em vosso contexto, antes, foram lapsos de pensamentos e mais tarde, emoções. Então, tudo o que vos é visto foi antes, sentido e antes disso, pensado.

E em resposta aos vossos questionamentos, viemos com o objetivo de ajudá-los a compreender melhor os fenômenos que vos ocorrem para que possam deles tirar bons frutos! E aqui está a nossa resposta: Sintam a mesma vibração de um sorriso, de uma boa risada e de um momento de descontração de forma “mais” constante. 

Sintam-se felizes e alegres durante a maior parte do tempo e sintam-se aborrecidos, confusos, tristes e odiosos durante apenas cinco por cento de vosso dia e garantimos que se fizerem isso, será suficiente para mudar toda a vossa vida.

Simplesmente todos os problemas irão desaparecer de vosso contexto. Mas, o que vocês ainda não conseguem é justamente fazer isso. Vemos vocês pegando os problemas com as mãos e tentando resolvê-los. Sim, vocês fazem isso que é muito mais difícil. E o que propomos aqui é muito mais fácil! E se vocês têm força para realizar o que é mais difícil, então, têm também para realizar o mais fácil.

No entanto, o que parece ser difícil para todos vocês do âmbito físico é justamente “soltar” o que vos pesa. E como pode ser difícil fazer isso?

Observamos vocês andando pela estrada da vida com um fardo enorme nas costas e, às vezes, em meio ao caminho nos encontramos convosco e vos perguntamos:

_ Ei amigo, está difícil andar assim! Você está carregando um grande peso nas costas e sobre os ombros e desse jeito, você fica encurvado e deixa de apreciar as belezas do caminho, não acha?

_ Sim, Elohins, mas, eu não consigo soltar esse peso. (vocês responderiam)

_ Como não consegue? Basta que solte! Esse peso não está preso a você. Ele não é parte de você, sendo assim, basta somente um movimento de sua parte para lançá-lo para trás e ele, te abandonará.

_ Sim, Elohins, talvez ele até saísse se eu o fizesse. Contudo, vejo todas as pessoas que conheço, carregando-os. Nasci em meio a muitos que assim o fazem e eles me ensinaram que eu preciso levar esse peso. Ensinaram-me que preciso aceitar o fardo e conquistar a felicidade levando esse fardo. 
Porque simplesmente todos levam.

_ Amigo (diríamos), o que você e tantos outros procuram por aí com esse peso nas costas está justamente no momento em que você decidir lançá-lo ao chão. 

O que você tanto almeja já está em sua posse e o sentirá no exato momento em que abrir mão do peso. Pois quando você o fizer, sentirá um enorme alívio. Sentirá alívio das dores, do cansaço. Sentirá leveza. E tudo o que você e os outros desejam realmente é se ver livre do peso. Mas, o que a maioria de vocês ainda não sacou é que podem fazer isso quando desejarem. O que a maioria ainda não percebeu é que não há nenhuma punição imposta sobre quem desejar abnegar o peso. Não há nenhuma condenação para os que optarem por deixá-lo para trás. O que vocês ainda não sacaram é que quando deixarem sobre o chão esse fardo desnecessário que levam, poderão apreciar a viajem, poderão se erguer e caminhar mais levemente.

Vocês têm a opção de largar o peso e não o fazem, porque, simplesmente não querem. Não o fazem, porque acham que não devem abrir mão dele. 

Acreditam que levá-lo é divino. Sentem que se não levá-lo estarão sendo irresponsáveis.

E por isso, terminaremos dizendo a vocês: Sejam irresponsáveis! Se a responsabilidade de levar o peso não vos confere alegria e felicidade, se não traz para vocês as coisas que desejam, então, façam o contrário. Vocês nunca foram tão livres para optar por deixar o peso como nesta era em que estão.

Entretanto, não se trata da presença ou da ausência dessa liberdade exterior, pois muitos sob o julgo de uma sociedade severa largaram o peso.

Trata-se da liberdade interior que se dão. Trata-se do direito que se atribuem para fazê-lo. Trata-se da fé e da coragem que precisam ter para abandonar os pesos, para fazer diferente dos outros e seguir sendo feliz ao seu modo, sendo quem realmente é e fazendo tudo do seu jeito. Que vocês possam largar os fardos e compreender o nosso recado.

Haja luz!!!!


Elohins através de Vinícius Francis

4 comentários:

  1. Enxergamos o mundo pela forma como nos sentimos, positiva ou negativamente, só depende de nós fazer com que nossa vida seja prospera, permitindo que o Universo nos conduza todos os dias rumo à felicidade, ou não!!!! Portanto, libere, solte os “pesos” e não resista!!! Belo texto amigos.

    ResponderExcluir
  2. Perfeitas as palavras dos Elohins. E posso afirmar que ao lançarmos mão de crenças que não se adequam ao nosso eu maior; de medos; incertezas e principalmente do papel de vítima ou salvador que insistimos em assumir, aí sim, passamos a ser nós em nós mesmos. É muito melhor manter o bom humor até nas circunstâncias mais desafiadoras. A sensação de bem-estar ao nos aproximarmos daquilo que é harmonioso ao nosso espírito traz naturalmente o sorriso, as gargalhadas, as brincadeiras e a permanência no BEM. A cada dia mais e mais cultivo esse novo estilo de vida e as portas se abrem por onde passo e vou caminhando e enxergando cada oportunidade, cada bela paisagem, cada ser que chega para agregar valor à minha existência.

    ResponderExcluir
  3. Elohins, sempre uma surpresa agradável! Lindas palavras]! Eu me libertei desse fardos e sinto-me leve para voar e fazer o que desejar da minha vida! Graças a esse blog que me guiou rumo a liberdade incondicional!

    ResponderExcluir
  4. Os Elohins sempre vêm trazendo a perfeita Sabedoria. E se aplicarmos em nossa vida com disciplina e determinação todos os resultados serão sempre os melhores. Gratos pelos comentários. Luz e benção sobre todos. :)

    ResponderExcluir

Deixe aqui sua opinião ou pergunta.