segunda-feira, 14 de maio de 2018

Ser feliz em qualquer situação



    Esse ano tem sido forte em termos de buscar o próprio poder interior e tem surgido muitos assuntos em torno disso. E nem sempre dá pra transformar cada inspiração em texto.

    Mas este aqui bateu forte e eu precisava tornar esse pensamento em mensagem pra você. Inegavelmente tem sido um ano intenso. Eu tenho percebido isso na minha vida e na de tantas outras pessoas com as quais me relaciono. Essa vibe de “acerto de contas” está mesmo fazendo valer a sua essência e proposta.

    E acredito que é em meio a tudo isso que aprendemos essa grande lição, ser feliz em qualquer momento. É possível? Sim, é. Fazemos isso ser real na nossa vida? Nem sempre. Por quê? Porque escolhemos o que sentimos com base no que vemos\vivemos\recebemos. Não há como não reagir diante de determinadas situações, isso é uma verdade. Entretanto, uma coisa é reagir, sentir, emanar por impulso de defesa, muitas vezes. Outra assunto é entrar na “coisa”, vesti-la como uma roupa e permitir que aquilo que acontece em volta de nós defina quem somos e como vamos nos sentir. É fora da lógica isso porque somos nós os criadores, era naturalmente para ser o contrário.

    Outra coisa que precisamos aceitar é o fato de que nem sempre vamos nos sentir alegres, motivados. Vez ou outra, teremos de lidar com emoções indesejadas, sejam frutos de coisas novas que surgem na vida ou mesmo aquelas velhas resistências nossas, que de vez em quando dão às caras, abrindo-nos uma oportunidade de cura. Esse é o lado bom de se sentir mal, a oportunidade de resolução que essa emersão de conflito, medo, ou seja do que for, nos dá.

    Se a gente entender cada situação ruim como “oportunidade de cura e transformação”, nossa felicidade ganhará mais força e chances maiores de permanência, em nosso dia a dia.
E tem algo crucial quando o assunto é saber ser feliz em qualquer situação. Você sabe ser feliz no dia mau? Acha que não tem jeito? Pois tem. Porque felicidade não é simplesmente um estado de alegria, embora essa seja parte integrante da felicidade. Ser feliz é escolher focar no bom, no melhor, mesmo experimentando o mal, ou o aparente mal.

    Quando somos gratos, quando sabemos observar, validar, evidenciar com nossos sentidos cada coisa boa que acontece ou que está agora mesmo em volta de nós, nossa felicidade novamente ganha força. Felicidade é quando eu sei que nem tudo é como eu gostaria, mas nem por isso vou deixar de evidenciar o que há de bom agora na minha realidade. Felicidade é quando eu passo pelo desafio e embora ele vez ou outra me abata, eu o enfrento, porque existe uma força em mim que me faz crer que sairei bem de qualquer situação, que darei a volta por cima, e a página, será virada.

    Ser feliz é, antes de se debater pelo que não vai bem, ter a sabedoria para encontrar no mal um ensinamento, um recado de Deus sobre onde e como eu posso melhorar. E de repente, é no dia mau que enxergo minhas negligências e irresponsabilidades para com a minha vida. Porque os resultados que eu tenho são frutos daquilo que eu emano, de quem eu tenho escolhido ser pra mim mesmo, pra vida, pros outros. Então, se tenho consciência de que tudo é uma reposta a mim, eu vou procurar compreender onde posso me transformar, mas só tenho essa atitude quando realmente sou feliz.

    E essa felicidade não tem a ver com pessoas, sonhos, coisas, metas, nada disso, porque felicidade condicionada não é felicidade, é ilusão. Felicidade é eu estar bem, por mim mesmo, pelo agora, pela oportunidade de estar vivo. Se eu peguei esse “gancho”, então, finalmente acertei o passo no caminho da verdadeira felicidade. Afinal, sou eu quem crio tudo e se eu me acertar comigo e com esse “jogo” que é a vida, minha felicidade ganha força, fica mais sólida, mais constante, mais real pra mim agora.

    No dia bom, vou me alegrar, no dia mau, vou me empenhar pra mudá-lo. E se está mau, então preciso emanar ainda mais o bem, tenho mais motivos pra ser melhor, mais positivo, pois no dia da adversidade eu preciso mais do que nunca da minha própria força. Se tenho pouco, sou feliz. Se tenho muito, também. Se venci, feliz permaneço. Se derrotado fui, agarro minha felicidade porque sei que ela me fortalecerá para levantar e recomeçar, reparar meus erros, tentar de novo, aprender, reaprender, persistir. Eu nunca desisto quando sou realmente feliz.

    E eu termino este texto com umas palavras do apóstolo Paulo em sua carta aos Filipenses. Ele resume isso aqui. E que saibamos ser assim. Nós seremos os maiores beneficiados:

Não estou dizendo isso porque esteja necessitado, pois aprendi a adaptar-me a toda e qualquer circunstância. Sei o que é passar necessidade e sei o que é ter fartura. Aprendi o segredo de viver contente em toda e qualquer situação, seja bem alimentado, seja com fome, tendo muito, ou passando necessidade. Tudo posso naquele que me fortalece.
Filipenses 4:11-13

Crer é a chave!
Vinícius Francis :-) 

Magia da Transformação - AQUI
Loja Virtual - AQUI
Nossas páginas do Facebook:
Comunidade - AQUI
Grupo fechado - AQUI
Página pessoal (Vinícius Francis) - AQUI

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opinião ou pergunta.