segunda-feira, 7 de maio de 2018

Recorde suas vitórias



    Há alguns dias, no despontar da Lua cheia, momento em que sempre separo para conversar com a Mestra Palas Athena e cumprir um ritual ensinado por ela, o “Sementes do Amanhã”, aconteceu algo que se transformou em inspiração para um texto. Assim que me sentei e comecei a falar dos meus sonhos, Ela me interrompeu e me pediu que falasse sobre tudo aquilo que eu já tinha conseguido realizar na vida até então.


    Sem questionar, fui conversando com Ela e comigo mesmo, revivendo através das boas lembranças tantas bênçãos, vitórias, realizações e conquistas em toda minha vida e mais especificamente, nos sete anos de jornada com o blog, que era o foco da minha conversa naquele momento.
    
    E o que percebi, foi que ao terminar de relatar minhas lembranças eu estava sentindo uma energia muito forte e positiva de realização e gratidão. E aí caiu a ficha do que a Mestra pretendia me ensinar ali. E é o que vou passar pra vocês neste texto.

    Costumeiramente, temos o hábito de focar nossa atenção nos sonhos que queremos realizar e infelizmente, nem sempre esse foco é positivo. Muitas vezes, sentimos e enxergamos a metade do copo vazio, olhamos para os nossos anseios ainda não vividos a partir da falta, da carência. Daí surgem a frustração, insatisfação e a sensação de vida não realizada. E isso só por causa de algumas coisas que ainda não aconteceram!

    E assim, nós nos colocamos numa vibe perigosa, pois segundo a lei da atração, desta forma polarizamos nossa frequência em vibrações que não combinam com as desejadas realizações. E muita gente tem a vida praticamente parada por conta disso.

    Sabemos que nossa vibe precisa estar positiva para atrair o que desejamos. Porém, nem sempre a gente consegue pensar em nossos sonhos e se sentir positivo. Infelizmente, o desejo por vivê-los é tão forte que fazer isso pode gerar bastante frustração, ao invés de gratidão por já ter o que os olhos ainda não veem, o que ainda não está fisicamente em nosso contexto. E cá entre nós, é um desafio assumir isso na prática, fala a verdade?

    Por isso, no exercício proposto por Athena, é pedido que revivamos mentalmente e falemos a respeito de nossas conquistas passadas e coisas boas que ocorreram. Como elas foram reais, vividas visceralmente e não apenas na mente, pode ser bem mais fácil senti-las como sólidas. E então, falando delas por pouco tempo vestimos no corpo uma boa energia. Aquela sensação de “Eu consegui atrair tal coisa”. Aquele sentimento de “Eu venci tal desafio, eu superei aquele problema e virei o jogo”, e isso eleva a nossa frequência a um nível de realização.

    A gente se alinha com aquilo que nos faz sentir a realização, simplesmente pelo fato de recontar (mesmo que pra si mesmo) as histórias de triunfo, do passado.

    O Universo não se importa se o que você pensa está no passado, presente ou futuro. Tudo o que interessa a ele é o que você sente. O que você sente agora é o que está criando a sua realidade, a vida acontece neste instante. Nossas emoções e sentimentos nos indicam onde está focado o nosso poder criador. E recordar tudo de bom que aconteceu um dia, mesmo que seja lá longe, é ativar uma vibe positiva, equivalente (ou quase isso) com a realização de seus sonhos atuais.

    Se você sente a vibração da realização, ainda que ativada por lembranças do passado, está vibrando realização e atrairá mais disso. Por isso, se essa prática te fizer bem, vale a dica. Sente-se consigo mesmo em algum momento, relembre as benesses do universo, os momentos de realização e vitória que viveu e isso vai te ajudar a criar uma sintonia com o estado de realização. Ficando assim, mais “perto” (vibratoriamente) do que você ainda quer viver, mas que por ansiedade em desfrutar logo, acaba afastando de si mesmo e do seu caminho.

Crer é a chave!
Vinícius Francis :-) 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opinião ou pergunta.