terça-feira, 28 de novembro de 2017

É preciso olhar mais para o lado e menos pra cima


Hoje eu estava refletindo sobre isso enquanto juntava as louças sujas do almoço. A gente precisa parar de olhar pra cima e olhar mais para os lados. Sinto que nada atrairia mais a atenção de quem tanto queremos que se aproxime (os irmãos extraterrestres) do que isso. Tanto tempo perdemos documentando aparições de OVNIs, esperando sinais, querendo nos comunicar com Eles de alguma maneira! E quase nunca percebemos o que realmente faz com que a atenção deles e interesse pela aproximação se manifestem.

Jesus disse que se fizermos algo de bom a qualquer um de seus pequenos, a ele faríamos. O que é isso senão o confessar claro daquilo que Eles esperam de nós? Olhar para os lados, para o próximo. E particularmente, temos aprendido mais ainda a respeito do poder que isso tem desde que iniciamos o projeto de auxílio aos animais. 
É enfaticamente falado e ensinado em todos os cantos a respeito de olhar pra dentro de si mesmo. E não digo que essa premissa não tenha sua grande valia. Aliás, essa lição é indispensável. Só que não podemos olhar pra dentro e nos fechar nisso, porque ficamos egocêntricos.

Não sinto que os Extraterrestres tenham interesse em se aproximar de um povo egocêntrico. Que ergue o olhar ao céu na busca por vê-los, mas não nota quem precisa de ajuda e está bem ao lado, seja qual for o Ser. Fica complicado se aproximar de um povo que trata os irmãos de fora como deuses ou como demônios. Se de longe já há essa idolatria e distorção sem tamanho, imagina de perto! 

Não sinto que tenham interesse em se aproximar de uma civilização que não consegue “sair do celular”, que praticamente ignora a realidade por causa de um aparelhinho. Que julga o semelhante, que maltrata, fere, ofende e afirma o que não sabe, quando é tão mais bonito o caminho da compreensão, paciência e respeito. 

Um povo que se perde na futilidade, no supérfluo e empenha tanta energia e tempo em apenas ser "notado" pelos outros, por nada. Além dessa massa humana de ego inflado que busca viver de aparência e ganhar "likes", há outra massa crítica que só reclama, lamenta, indigna-se e amaldiçoa tudo, sem parar e nunca está satisfeita e grata por nada. Eu sinto que por esse caminho a única intervenção que haverá é a da natureza, e de forma bastante violenta.

A gente olha demais pro céu, quando devia olhar mais pro lado. E “devia” mesmo. Porque o mundo em que vivemos nos foi confiado. E é nossa responsabilidade cuidar e fazer algo a respeito do que acontece em volta. Alguns desses “grandiosos” mestres que a humanidade adora como deuses estão aqui vestidos da forma humana, comuns, normais, mas não são ouvidos, não são aceitos na maioria das vezes. Costumeiramente são julgados, negados e desprezados pela maior parte das pessoas. Tudo porque essa humanidade não quer nada disso, quer naves, glamour, status, poder, luzes e fogos de artifício, quando a única coisa que é pedida desde o início do projeto Terra é o Amor. E ele traz consigo a tolerância, a compaixão, a paciência, a maturidade, a paz, a edificação no Bem, a aceitação incondicional do outro. É disso que tanto fogem.

Só que a humanidade (não são todos, há quem esteja construindo muito e fazendo a diferença) nunca quis nada disso, só quer seus problemas resolvidos, sua vida “dando certo” e pronto, já basta. Agora, quem vive em conformidade com a política do verdadeiro amor tem a atenção de cima (da Luz), tem o cuidado dela, tem o amparo e proteção, enquanto no amor, no trabalho e na expansão permanece. O restante recebe o mesmo amor e compaixão, mas não desfruta dos mesmos méritos, porque não seria justo com quem faz por onde. A quem tem será dado e tirado será daquele que não tem. É a justiça divina em funcionamento. A cada é um dado conforme suas obras.

O que eu sei é que no dia em que olharmos mais para o lado e passarmos a cuidar do que está em volta de nós com respeito e amor, dando o nosso melhor, tratando a realidade do mundo com a mesma importância que damos para nossas causas pessoais, aí sim, haverá uma reação diferente das forças de cima. E nem será necessário olharmos para o céu e clamarmos para que Eles desçam, porque essa descida será natural e realmente terá algum sentido justo. 

Mateus 22: 34 -40
Ao ouvirem dizer que Jesus havia deixado os saduceus sem resposta, os fariseus se reuniram. Um deles, perito na lei, o pôs à prova com esta pergunta: "Mestre, qual é o maior mandamento da Lei?"
Respondeu Jesus: " 'Ame o Senhor, o seu Deus de todo o seu coração, de toda a sua alma e de todo o seu entendimento'. Este é o primeiro e maior mandamento. E o segundo é semelhante a ele: 'Ame o seu próximo como a si mesmo.'"

Que o amor nos cure!  
     vinícius francis      

Um comentário:

Deixe aqui sua opinião ou pergunta.