sábado, 14 de outubro de 2017

As coisas têm um tempo certo para acontecer... Será?


Acredito que a gente mexe em muita coisa quando fala nesse assunto. São muitas crenças reviradas e paradigmas derrubados pra abrir o jogo a respeito do fluxo das coisas em nossa vida. Até onde vai a parte da vida e onde começa a minha, concernente àquilo que almejo viver? Bom, sabemos que toda semente, quando germinada, segundo a natureza, tem seu tempo pra crescer e dar fruto.

E isso varia de semente pra semente. Depende do que se quer plantar. Tem árvore que cresce mais rápido que outras. E dentro desse entendimento podemos inserir as circunstâncias de nossa vida e o modo como elas se desenvolvem. A gente constrói, sonha, deseja, cria, sem parar. Algumas coisas vêm rapidinho, outras demoram e algumas, sequer acontecem. Por que isso é assim? A primeira resposta é, sem sombra de dúvida, a questão da semente. Pra você ter um filho, normalmente precisa esperar em torno de meses pra recebê-lo nos braços, certo?

Não dá pra ter o filho com uma semana de gestação. Assim como não dá pra construir uma carreira bem sucedida do dia pra noite. Então, sim, as coisas têm um tempo pra acontecer e se desenvolver até que gerem frutos. Por outro lado, existe um fator predominante sobre o tempo de espera daquilo que criamos, nossa energia.

Você lança a semente na terra, mas se não cuidar dela, não haverá crescimento.
Provavelmente ela morrerá antes mesmo de germinar. Essa é a nossa parte na questão. Só que infelizmente mais atrapalhamos do que ajudamos o processo. Existe uma urgência em se ter tudo do dia pra noite, num piscar de olhos. Não se respeita o processo e pior, atrasa-se terrivelmente o mesmo. Certas coisas precisam de tempo pra andar, mas o ser humano, ao invés de favorecer o processo com sua energia, crença, postura e ação positivas, oferece resistência, ansiedade, preocupação, tensão, desespero, pressa. E o que acontece é que a semente nunca germina.

Estados de resistências de comparam à atitude de alguém que planta uma semente hoje e daqui a dois dias cava a terra de novo, desenterra a semente, só pra ver se ela já germinou. Adivinha qual o resultado disso!? Nada acontece. Nada vai pra frente. É a mesma coisa com nossos sonhos. Criamos, emanamos e soltamos. Daqui a uma semana já estamos ansiosos, insatisfeitos, impacientes. E o tempo de manifestação natural de algo acaba se estendendo demais por conta da nossa interferência negativa no processo.

Se você semear e ficar cavando pra conferir insistentemente se já deu resultado, esteja certo, nunca vai dar fruto. Você não sairá desse processo. Daí a frustração aumenta e o sujeito ainda tem a pachorra de dizer que “não tem sorte na vida”. Claro que não tem! Porque sorte é o produto de uma vibração positiva e de uma mente bem gerida.

Quanto mais ansiedade, mais vai demorar. Quanto mais tensão, mais atrasa. Quanto mais dúvida, menos a coisa anda. É lei. A dúvida, o medo, a tensão, a ansiedade paralisam o processo. Interrompem o movimento da sua energia. Por isso, a melhor forma de fazer com que algo aconteça é criar, soltar e trabalhar com paciência, dedicação, motivação e disciplina sem se preocupar com a manifestação, apenas vivendo o processo. Se isso for feito e respeitado como parte da matemática precisa na arte de criar a realidade, então, ter-se-á bons resultados com as sementes. 

E o tempo de espera será o natural e não aquele que infelizmente é acrescido por conta das resistências e do desequilíbrio vibratório. Ao invés de vigiar e tentar controlar o fluxo das coisas é mais sábio e promissor fluir com ele. Pois é somente assim que as boas manifestações podem fluir de maneira promissora.


Crer é a chave!
Vinícius Francis :-) 


Loja Virtual - AQUI
Magia da Transformação - AQUI
Nossas páginas do Facebook:
Comunidade - AQUI
Grupo fechado - AQUI
Página pessoal (Vinícius Francis) - AQUI

Um comentário:

Deixe aqui sua opinião ou pergunta.