quarta-feira, 22 de março de 2017

Quando a insatisfação surgir


De vez em quando, pode ser que você seja pego pela vozinha da insatisfação. Aquele dissabor que vem e dá uma sensação de que a vida está sem graça. A cabeça justifica esse estado em cima de desculpas, elas dizem que tal coisa deveria estar acontecendo e esse estado é porque aquela outra ainda não está presente. E se (olha a condição) determinado sonho estivesse manifestado, você estaria mais feliz. Quando na verdade, esse comportamento não passa de mimo do ego, querendo fazer das coisas uma compensação interior, é uma tentativa de usar determinadas circunstâncias como remédio pra um mal que está dentro de você mesmo.

E na verdade, se aquelas coisas sonhadas estivessem aí, mesmo assim, a insatisfação ia gritar, com certeza a cabeça ia arrumar outra desculpa pra disparar esse comando chamado mimo. Porque não se trata da ausência de determinadas coisas e sim, da inércia interior, desmotivação, má vontade, desconexão. Quando a gente tem má vontade tudo está ruim, por mais que façam por nós ou por mais que a vida nos dê, continua ruim. Porque o problema está dentro, e não fora.

Cura-se esse comportamento com motivação e firmeza. Imponha-se dentro de si mesmo e mande essa criança mimada sossegar. Não se trata da falta de alguma coisa, se trata da falta de boa vontade pra tornar o seu hoje melhor. Sempre tem algo que se pode fazer já, nesse momento. Arrumar desculpas e sentar no banquinho do insatisfeito fazendo beiço de quem não tem o que quer não faz nada mudar, só reforça uma crença de ausência, de falta. 

Se não é isso o que você quer pra si, reaja. Ponha ordem no galinheiro mental. Abençoe a vida que tem e enxergue com os olhos da boa vontade as coisas boas que estão aí, desfrute delas. Enxergue também aquilo que pode ser feito agora pra tornar sua vida melhor, e faça. E fique na paz, sendo grato, não importa se é pouco ou muito, seja grato. Porque na paz e na gratidão encontram-se a condição interior de ser abençoado.


Crer é a chave!
Vinícius Francis :-) 

Nossas páginas do Facebook:
Comunidade - AQUI
Grupo fechado - AQUI
Página pessoal (Vinícius Francis) - AQUI

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opinião ou pergunta.