quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

Os Frutos do Espírito - Paz


Hoje vamos falar de Paz, seguindo os frutos do Espírito, trazidos por Athena em “Sete Semanas de Cura“. Acho legal falar de paz porque temos vivido dias de tensão em toda humanidade. Não sei se você tem percebido, mas as pessoas andam atribuladas, fora do eixo. E as que buscam o alinhamento com o Bem interior encontram um desafio de manter esse estado por conta do que inevitavelmente se percebe em volta.

Bom, mas o que é Paz? É ação interior, no Bem. É colocar-se num estado de quietude, mas nunca inércia. É calmaria, sem deixar de ter movimento. É descanso sem preguiça ou desmotivação. Paz é estar confiante, fundamentado na convicção do melhor. Só tem paz quem confia. Porque a Paz é um estado de tranquilidade e força interior. É estar inabalável, firme, em pé, em apreciação e gratidão, mesmo quando lá fora as coisas parecem caóticas.

Porque a paz não é inimiga do caos, ela flui com ele em harmonia. Pois compreende que o mesmo é peça chave na transformação das coisas na vida. Por isso, quem está em verdadeira paz não se abala pelo que acontece do lado de fora. Paz é sabedoria funcional, é compreender a dinâmica da vida e permanecer Bem não importando a realidade. 

Em última instância, paz é confiança plena, incondicional, que nos faz ficar bem, serenos, aliviados, assertivos, pacientes, focados e fortes, em nosso eixo de bem-estar e plena convicção. Porque só tem paz quem abraça a crença de que tudo sempre flui pro melhor. Logo, Paz é um estado de permissão, assentamento deliberado e interior, no melhor. É confiar no Bem.

O próximo que estudaremos é a Paciência
O primeiro fruto estudado foi o Amor

Crer é a chave!
Vinícius Francis J

Mais sobre nós e nosso trabalho:
Atendimentos individuais - AQUI
Nossas páginas do Facebook:
Comunidade - AQUI
Grupo fechado - AQUI
Página pessoal (Vinícius Francis) - AQUI

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opinião ou pergunta.