quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

A questão é ter que mexer no lixo


A forma como muitas pessoas exercem a sua Espiritualidade e procuram por soluções para seus problemas atualmente chega a ser assombroso! Não sei se isso é fruto do desespero gerado por toda transformação energético-espiritual em nosso orbe. Não sei se isso é fruto da aflição egoica perante a tridimensional crise econômica. Mas o que percebo são pessoas recorrendo a meios e métodos para resolverem rapidamente uma situação que não foi criada do dia para a noite e sem a menor noção acerca do tipo de energia que estão acessando.

Mas o que mais impressiona nisso tudo é a permanente fuga de si mesmo. O ser humano, mesmo o espiritualista moderno, tem uma dificuldade enorme de reconhecer que cria a sua realidade. Acredito que uma das maiores desculpas para não se aceitar isso verdadeiramente é porque quem foge da realidade sabe que admitir ser criador implica diretamente em mexer no lixo da própria consciência. E é isso o que muitas pessoas não querem.

Por isso, as fórmulas mágicas advindas de não sei quem parecem ser a perfeita oportunidade para melhorarem suas questões pessoais sem ter que mexer no que está sujo dentro delas mesmas. Porém, infelizmente, essas pessoas não percebem que continuam fugindo e apenas empurrando com a barriga algo que mais cedo ou mais tarde terá de ser encarado. E cada dia de atraso torna o lixo maior.

Faça isso em sua casa com o lixo doméstico. Postergue por vários dias, não o recolha e veja o que acontece. A cada dia de procrastinação, mais lixo acumulado. Em nossa vida também é assim. Quanto mais você enrola, mais sujeira é acumulada em sua consciência e em seu campo. E quanto mais sujo e pesado ele estiver mais difícil vai ser mudar a sua vida e mais complicado tudo se tornará. Porque não há outro caminho para a cura e felicidade senão o conhecimento que inevitavelmente te leva ao trabalho árduo em si mesmo.

Remover o próprio lixo é imprescindível para se construir uma vida melhor. Fede, é sujo, podre às vezes, mas é o único jeito de resolver tudo. Porque quanto mais você recorre a meios que fogem à regra da auto lapidação, mais a sujeira se acumula. Simpatias, feitiços, tampouco meditações, preces ou mantras poderão fazer o que só se resolve com trabalho, auto observação, autoconhecimento, persistência e boa vontade. Você pode continuar empurrando tudo pra debaixo do tapete e fingir que nada está acontecendo se quiser. Contudo, saiba que o preço quem vai pagar é você.

Você pode prosseguir na espiritualidade ilusória que estimula as pessoas a se manterem olhando para cima à espera de naves ou sinais nos céus se é a sua escolha. Pois essa tática das trevas tem funcionado muito bem. Mas na verdade, o olhar para dentro é que nos aproxima de fato, da luz. A escolha é sua, a consequência também. Em essência, todos somos semelhantes, mas o que torna os seres humanos diferentes são suas escolhas e atitudes. E os que se dão bem na vida, escolhem bem e agem positivamente, os que não estão, fazem o contrário e fim. 

2017, o ano verde, mas só pra quem busca e vivencia dedicadamente o Equilíbrio, a Verdade, a Cura e a Harmonia consigo mesmo e com o Universo. E pra quem não escolhe isso... Bom, já está aí, bem à vista de todos, a consequência da negação ao progresso espiritual.


Crer é a chave!
Vinícius Francis 

Mais sobre nós e nosso trabalho:
Atendimentos individuais - AQUI
Palestra - O que a vida quer te ensinar? (Lançamento) - AQUI
Nossas páginas do Facebook:
Comunidade - AQUI
Grupo fechado - AQUI
Página pessoal (Vinícius Francis) - AQUI

Um comentário:

  1. Texto estimulante a novas atitudes. Obrigada.

    ResponderExcluir

Deixe aqui sua opinião ou pergunta.