segunda-feira, 17 de outubro de 2016

Ciúme? Só pra quem não se ama


Hoje em dia vemos muito o ciúme destruindo relações e submetendo pessoas ao sofrimento. Realmente, o ciúme é uma emoção muito forte que machuca bastante a pessoa que o sente e também os que estão em volta, pois as mesmos acabam sofrendo as consequências do desequilíbrio do ciumento.

Eu já sofri com isso e sei o quanto pode ser destrutivo. Obviamente, por trás desse comportamento doentio de posse e insegurança existe uma desvalia muito grande, uma baixa estima perigosa.

Porque se nossa relação com a gente é ruim, automaticamente compensaremos essa falta de afeto, auto consideração e segurança no outro. E assim, nascem aquelas paixões doentias que nos desiludem violentamente. Porque quando não nos amamos estamos sem a posse de nós, por isso, encontramo-nos vulneráveis aos sentimentos e emoções destrutivos.

Sem dúvida, a melhor solução para a questão é se amar, se bastar e se dar todo carinho e atenção necessários. Uma pessoa que está em primeiro lugar para si mesma jamais cairá na armadilha do ciúme, pois se ama demais pra se submeter a tal atitude de desrespeito para consigo mesmo. Porque uma vez vítimas do ciúme, não somente a nossa vida para de fluir, principalmente a financeira, pois o dinheiro está completamente ligado ao autovalor, como perdemos também o gosto das coisas.

Vivemos numa constante desconfiança e desconforto que vão tirando o sabor da vida. Não temos mais tranquilidade porque ao primeiro sinal, pronto, nos armamos por inteiro com nossas suspeitas e inseguranças em relação ao outro numa relação. Esse sentimento de apego e posse aos poucos vai sufocando o parceiro (a) até que ele finalmente se canse. Aí é que o ciumento sofre! Porque acontece o que ele menos suportaria que ocorresse, a perda, a separação. 

Irônico isso, não é? O ciumento fica de cima porque tem medo de perder o companheiro e não percebe que é justamente agindo dessa forma e com tamanha pressão que ele coopera para o fim da relação.

É a pessoa agindo em prol do próprio insucesso. E claro, vemos isso em todas as áreas de nossa vida. Nossos comportamentos comprometendo nossas realizações. Mas, muita gente pode alegar que sente ciúme numa relação por causa das atitudes imaturas e desrespeitosas do outro. Porém, ainda assim, o vilão da desvalia é o responsável. Porque como uma pessoa que se ama de verdade irá se sujeitar às relações desse nível, onde o companheiro (a) manifesta comportamentos de respeito e imaturidade?

Então, você percebe que é a sua falta de amor próprio que te submete a esse sofrimento? Comece a se dar atenção e se suprir de importância. Naturalmente, a insegurança em relação ao outro vai diminuir. Quem se basta tem amor e energia positiva suficientes para atrair uma pessoa bacana. 

Os relacionamentos amorosos são sempre um reflexo da relação que temos conosco. Então, se a sua não está legal, pare e estude a si mesmo. Faça as mudanças que precisam ser feitas, em todos os níveis. E você vai colher bons frutos, pode ter certeza. Ciúme e sentimento de posse do outro? Só entra nessa quem não se ama.

Seja feliz!
Vinícius Francis 

Materiais disponíveis que trabalham o âmbito relacionamentos:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opinião ou pergunta.