quarta-feira, 31 de agosto de 2016

Estudo - A Parábola do Semeador - Parte 02

Vamos prosseguir com nosso estudo, sobre esta famosa parábola, que eu dividi em quatro partes. Leia, medite e se transforme:

A semente lançada entre as pedras

“Quanto à semente que caiu em terreno pedregoso, esse é o caso daquele que ouve a palavra e logo a recebe com alegria.
Todavia, visto que não tem raiz em si mesmo, permanece pouco tempo. Quando surge alguma tribulação ou perseguição por causa da palavra, logo a abandona.” (Palavras de Jesus)

Muitas vezes iniciamos a transformação sobre um solo cheio de pedras e todo solo assim não recebe bem a semente, não a deixa aprofundar-se da forma que necessita para que prospere. Mas, quando deixamos isso acontecer?

Note que Jesus disse que a pessoa recebe a semente com alegria. Sabe aqueles momentos em que lemos algo ou que alguém nos diz e concordamos assim: 
Nossa, era tudo o que eu precisava! Vou mudar minha vida! Agora vai ser tudo diferente!

Pois é, o nome disso é “empolgação”. E empolgação é uma coisa boa, mas passa logo. É melhor cultivar a motivação, porque ela é mais serena, focada e livre do entusiasmo desmedido que nos lança à ansiedade.

E toda pessoa ansiosa, empolgada e cheia de “oba oba” não tem raiz em si mesma, ou seja, só permite o superficial. Quando somos profundos não cultivamos esse excesso de empolgação, porque onde a coisa vibra de verdade é no lado de dentro. Quem faz muito espetáculo é porque tem pouco pra mostrar no palco da vida, pois quem “é” não anuncia, faz acontecer.

Daí, a gente fica todo animado, dizendo que vai praticar, que está feliz e que decidiu ficar no Bem. E de repente, o contraste mostra os dentes, os problemas se revelam, as situações difíceis se apresentam diante de nós, e o que fazemos? Deixamo-nos abater por eles. Perdemos a força, o entusiasmo, a alegria, que na verdade nunca foram verdadeiros, só aparentes ou muito fracos, em outras palavras, sem raiz.

Porque quando é de verdade, quando o nosso solo não está cheio de pedras, a semente entra e nada, preste atenção, nada, tira de nós a certeza. Quando somos um solo pedregoso é porque nos comportamos como pessoas que necessitam que a realidade esteja bem para que elas também estejam. 

E se basearmos nosso bem-estar no que vemos do lado de fora, meu amigo, nossa positividade vai para o buraco. Se os problemas levam embora a nossa paz e fé, é sinal de que nunca acreditamos verdadeiramente.


Lição 2: Não deixe a realidade impedir o germinar da semente. Motive-se por dentro. E você não precisa mostrar isso pra ninguém.

Que o Amor nos Cure!
Vinícius Francis :-) 

FALTAM APENAS 6 DIAS! 
Trabalhe com a Mesa Quântica e liberte-se de energias oriundas de Magia Negra e negatividade arraigada em seu campo áurico. O trabalho estará disponível até o dia 05/09. Para saber como participar, clique AQUI. E se você ainda não conhece este projeto, acesse a todo conteúdo clicando AQUI.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opinião ou pergunta.