terça-feira, 30 de agosto de 2016

Estudo - A Parábola do Semeador - Parte 01


Já que tudo o que temos visto no blog nas últimas semanas tem girado em torno dos ensinamentos de Jesus e sua missão, quero compartilhar com vocês um estudo.
Com certeza em algum momento de sua vida você se deparou com essa parábola. Mas, sem a luz da Espiritualidade é bem mais difícil compreender os ensinos dos evangelhos, claramente. Há alguns anos, elaborei esse estudo sobre a parábola do semeador, que faz parte do Material Manual do Bem Viver, no qual eu disserto sobre cada ponto levantado nela. Vou compartilhar uma parte por dia, para os textos não ficarem grandes demais. Então, vamos à primeira parte do estudo. 

Livro de Mateus, capítulo 13:

“Jesus falou muitas coisas por parábolas, dizendo: "O semeador saiu a semear.
Enquanto lançava a semente, parte dela caiu à beira do caminho, e as aves vieram e a comeram.
Parte dela caiu em terreno pedregoso, onde não havia muita terra, e logo brotou, porque a terra não era profunda.
Mas, quando saiu o sol, as plantas se queimaram e secaram, porque não tinham raiz.
Outra parte caiu no meio dos espinhos, que cresceram e sufocaram as plantas.
Outra ainda caiu em boa terra, deu boa colheita, a cem, sessenta e trinta por um.
Aquele que tem ouvidos para ouvir, ouça!"
Os discípulos aproximaram-se dele e perguntaram: "Por que falas ao povo por parábolas?"
Ele respondeu: "A vocês foi dado o conhecimento dos mistérios do Reino dos céus, mas a eles não.
A quem tem será dado, e este terá em grande quantidade. De quem não tem, até o que tem lhe será tirado.”

Essa parábola sempre me chamou muito a atenção, pois o seu conteúdo é muito profundo. E em simples frases, Jesus explicou muita coisa sobre nossa vida, sobre as leis do Universo e sobre como o nosso destino se forma.

Naquela época, a única maneira de dizer verdades ao povo era por parábolas, pois o conceito de Deus e da vida por parte das pessoas era muito distorcido e equivocado. Não muito diferente de hoje, só que, atualmente podemos acreditar no que quisermos e somos livres para defender os nossos pontos de vista, pelo menos em países como o Brasil.

Mas, vamos ao texto, abaixo, coloco a explicação de Jesus sobre cada tópico da parábola e eu, dentro e em seguida de cada uma delas, vou comentando de uma forma ainda mais clara pra você compreender o real sentido do que o mestre nos ensinou:

A semente lançada à beira do caminho:

“Portanto, ouçam o que significa a parábola do semeador:
Quando alguém ouve a mensagem do Reino e não a entende, o Maligno vem e arranca o que foi semeado em seu coração. Esse é o caso da semente que caiu à beira do caminho.”

Bom, para entendermos melhor, quero explicar que a “palavra” que Jesus cita é a compreensão da verdade, da espiritualidade e sabedoria, que uma vez germinada corretamente, pode mudar toda uma vida. Essa é a palavra a qual Jesus se refere. E o que acontece neste caso citado é que uma pessoa escuta, diz que “entendeu”, mas o conteúdo não alcançou o solo, ou seja, não alcançou o coração, a consciência.

E logo em seguida, o sujeito esquece, abandona ou simplesmente não leva aquilo em consideração. E quando somos assim? Quando lemos por ler, quando estudamos por estudar. Sabe aquela frase que você leu determinada vez e disse: Nossa, que bonita! Aí passa um ou dois dias e você simplesmente se esquece dela?

Esse é o caso que Jesus citou. Só gravamos em nós aquilo que toca o coração. Não adianta você falar que achou lindo, profundo e verdadeiro, o que é necessário fazer é permitir que o conteúdo da informação atinja verdadeiramente o seu ser. Você é o solo, você é onde Deus planta a semente do Bem.

Entretanto, quando somos “desligados” e desatentos aos ensinamentos, deixamos que as sementes se percam e sejam devoradas pelos pássaros, conforme a parábola, onde o mestre cita o “maligno”. O mal ou a figura simbólica de “satanás” representa nossas ignorâncias, resistências e más escolhas, o nosso ego mal educado.

As nossas más escolhas e má vontade nos desviam do caminho do Bem, do caminho do progresso e da felicidade. E esses “pássaros” estão voando em volta de nós. É o nosso lado negro (todos temos), são nossas limitações (que todos temos e sustentamos muitas vezes), é a maldade dos outros, que permitimos nos atingir. São as vozes que falam na cabeça dizendo: Você não vai conseguir, isso é mentira, a vida é difícil, você está cheio de problemas!

Esses pássaros não deixarão de nos sobrevoar simplesmente porque queremos. No entanto, quando permitimos que a semente do Bem alcance o coração (consciência), ela fica longe do alcance do mal. Guarde isso: O que você permite entrar em seu coração ninguém tira de você.


Lição 1: Guarde as palavras de luz em seu coração e sele-as em seu interior para que elas não te escapem.

Que o Amor nos cure!
Vinícius Francis :-) 

Trabalhe com a Mesa Quântica e liberte-se de energias oriundas de Magia Negra e negatividade arraigada em seu campo áurico. O trabalho estará disponível somente por 7 dias. Para mais informações, clique AQUI. E se você ainda não conhece este projeto, clique AQUI.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opinião ou pergunta.