quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

MESTRE JESUS - Eu vos anuncio o Amor de Deus


Eu sopro as minhas palavras sobre vossos corações. Que o Amor seja a vossa canção, que o amor seja a vossa inspiração. Assim seja ele também a vossa bússola a vos direcionar no bom caminho. E o bom caminho é o próprio amor. O amor não é o objetivo, e sim a busca dele. Porque o que vos torna realmente felizes e plenos é o caminho e não a linha de chegada. Até porque só há em vossa concepção uma linha de chegada, um objetivo, porque há um caminho. Se o caminho se faz primeiro, então, ele é mais do que o objetivo. A linha de chegada não pode existir sem o caminho, mas o caminho pode existir sem a linha de chegada ou objetivo.

Eu vim para vos ensinar os caminhos de Deus e as veredas da transformação interior. Eu vim para vos mostrar o caminho e não o objetivo. Eis-me aqui como vosso irmão amparador e disponho-me a estar convosco em assertividade, amor e humildade. Pois conheço as trilhas por onde atravessam, conheço as dores e os percalços da vida de um homem, bem como, conheço suas alegrias e tesouros. Ouça-me homem da Terra e atente seus ouvidos à minha voz, pois eu digo as palavras que procedem da fonte eterna, do Altíssimo.

Aproximo-me de vossos anseios e os leio. Aproximo-me de vossas devoções e as leio bem. Aproximo-me de vossas intenções mais íntimas, pois elas se revelam em vossas emoções. Não seguro a caneta do destino posta em vossas mãos para escrever vosso amanhã por minha conta, porém posso segurá-la com vocês e ser convosco a firmeza e a fé para que consigam escrever palavras de vida e bênçãos e não mais versos torpes, palavras tortas, enganosas, ilusórias.

Porque vos presenteio com minha luz e meu auxílio desce sobre vocês como o orvalho sobre a relva e vegetação. Sei que minha vida como homem por demais foi distorcida em seus contos e histórias, mas o meu amor permaneceu como eu pretendia. Vocês contam algumas histórias que não foram minhas, no entanto, em todas elas, sendo eu verdadeiramente o personagem e protagonista ou não, contam nelas o meu amor, que nunca foi meramente meu, mas do Pai, ou Fonte, como se lê muito nestes tempos sobre a Terra.

Eu não desci para lhes mostrar o meu amor, mas o Dele, desci para torná-lo conhecido e levá-lo a todos, pois Dele todos necessitam, bem mais do que o ar que respiram. Até porque Ele é também o ar que vocês respiram. Contam hoje a minha história, mas não foi para ler os versos de minhas experiências que encarnei entre vocês, eu fui para lhes contar a história Dele, que todas as coisas criou.

E vos ensinar um caminho perfeito, porque Ele é perfeito, assim como vocês são, em essência. Mas ainda se confundem com o que é ser perfeito. Eu desejo vos ensinar a perfeição do Criador, pois ela é o que garante passos retos e um viver pautado em honestidade espiritual e plenitude. Esses são os passos da perfeição, são esses os passos que desejo vos ensinar a dar, assim como eu ousei dar naquele tempo.

Fizeram de mim uma referência, que bom, isso pode ser bom. Entretanto, peço-vos que façam da palavra que levei e da verdade que carreguei a verdadeira referência e não a pessoa que fui, simplesmente. Pois aquele que fui, já não sou mais. Eu, assim como todos vocês, estou me transformando sempre à imagem perfeita do Criador e movido pelo Amor infinito Dele fluo na intensidade do seu poder, na mansidão da sua paz, na força da sua verdade. E nesse fluir vos convido a irem junto comigo.

O que vocês desejam? O que pede o vosso coração? Tantas vezes se aproximam do Criador e de suas verdades inefáveis por causa de vossos quereres e intenções humanas! Mas saibam que eu não desprezo isso, pois bem sei que quando humanos temos sonhos e somos um mundo de ideias e ambições, naturais e boas, se colocadas em seus devidos espaços e proporções. E se são vossas ambições humanas e desejos que vos atraem à consciência da Verdade de Deus, então, que seja por esse motivo, mas que seja. Importa é que venham, assim como estão agora, simplesmente venham!

Impuros, perdidos, confusos, infelizes ou frustrados, satisfeitos ou insatisfeitos. Errados ou certos segundo a medida da consciência que vos julga, o ego, venham, simplesmente vos peço que venham. Não terminem o que estão fazendo para então virem, antes, larguem os afazeres que acreditam precisar terminar e me ouçam, sentem-se próximos a mim porque eu lhes trouxe o amor do Pai. E vos digo que é dele que precisam.

Não precisam do amor dos homens ou das mulheres, nem das coisas deste mundo embora tudo isso seja bom e encontre seu proveito no percorrer do caminho. Mas a necessidade de fato é do Amor de Deus, porque sendo Ele a vossa essência, somente Ele pode vos preencher e vos saciar a sede e a fome que carregam durante vidas.

Não importa o quão distantes se sintam desse amor ou o quão difíceis sejam determinadas situações de vossa vida atual, eu peço para que venham ao Amor que eu vos trago, porque nele habitam todas as soluções e nele está tudo aquilo que procuram em toda parte. E revestidos pelo amor sejam bondosos, piedosos, compassivos, mansos, simples em seu viver. E isso não tem ligação com aquilo que possuirão em termos de bens materiais, tem a ver com quem vocês são em meio a tudo isso.

Ora, um homem pode ser tremendamente arrogante e soberbo tendo somente pão e água em sua mesa. Assim como outro homem, rodeado de fartura, ouro e bens pode cultivar em si grande humildade. Porque os tesouros do ser estão em sua própria consciência, bem como suas falhas e limitações e nunca naquilo que ele possui.

Portanto, que vossos caminhos sejam perfeitos, como os Dele são. E em caminhos perfeitos as dúvidas não sobem ao coração e não o perturbam. O medo não vos detém e nem vos impede de sonhar, acreditar, ousar, caminhar sobre a estrada do improvável, do incerto. A dúvida e o medo obrigatoriamente dão lugar à coragem e à fé quando estas são assumidas como um compromisso genuíno e sincero.

Agradeçam mesmo sob tempestades, louvem a divindade que há em vocês mesmo em meio às angústias. Agradeçam mesmo que as portas pareçam fechadas e as janelas trancadas por fortes cadeados. Porque a força da gratidão sincera é como um forte vento que a tudo destrói. E uma vez gratos, a vida sempre encontrará um meio de levar a provisão e a saída até onde estão.

Agradeçam pela chuva mesmo sob forte seca, agradeçam pela seca e estiagem, mesmo sob fortes chuvas, enchentes, inundações. Porque a vida externa toma a forma da vida interna. E não há obstáculo que permaneça de pé por muito tempo diante de um homem ou mulher que sustenta em si o bem e crê nas soluções. É preciso crer nelas, porque são vocês quem as criam para si mesmos. Não podem comer do pão que não prepararam. Não podem colher o trigo que não plantaram e nem beber o vinho de uvas, cujas videiras não semearam.

E que em vosso coração esteja fixa esta palavra, a minha mensagem. Tempos intensos estão diante de vocês atualmente, não se assustem pelo que virem e ouvirem, assim deve ser até que eu venha, como antes anunciei. Contudo, não traduzam isso conforme vosso entendimento humano, eu não virei como proclamam, eu não farei justiça aos homens, eu não deserdarei os ricos para dar aos pobres, eu não ferirei a terra, tampouco seus animais, eu não separarei um dentre outros, porque eu amo a todos de igual modo. Vocês próprios se separam e naturalmente escolhem de que lado querem ficar. É sobre vossa escolha que é realizado o juízo e não sobre as minhas.

Eu sou pacificador e não justiceiro, sou amor e não vingança, sou misericórdia e não sacrifício. Eu venho anunciando-vos o Reino dos Céus, assim como outrora o fiz. Sem alardes, trombetas ou sinais de fogo, porque todas essas coisas são simbologias para que vossa mente não compreenda e não conheça a partir da intelectualidade aquilo que é somente para ser sentido na alma. 

Os que amam, que guardem minhas palavras e se abram ao Reino. Então, que sintam, que acreditem, que vivam vossos dias na certeza. Ele faz de tudo novas coisas a cada segundo. Eis o tempo da redenção, não da humilhação, aceitação e jamais imposição. Amor e jamais o medo. Ouça-me ó Terra, e abra seus ouvidos para a minha voz. Eis que venho ao vosso encontro e virei em forma de amor, então, recebam o Amor e terão recebido a mim.

Amo-vos,
Jesus

Canalizado por Vinícius Francis

Adicionar legenda
Último dia para você adquirir o guia de positivação em trinta dias "Palavras de Vida Eterna". Nessas últimas vinte e quatro horas (que culminam ao meio dia de amanhã, dia 04) os que adquirirem o curso receberão gratuitamente a meditação guiada com os Elohim Limpeza e Positivação da Energia. Aproveite a oportunidade! =] 

2 comentários:

Deixe aqui sua opinião ou pergunta.