domingo, 29 de novembro de 2015

Manifestação a favor dos jumentos

Pessoal, nossa meta aqui é fazer o Bem e levar o amor e a sabedoria de Deus. Por isso, eu peço a colaboração de vocês nesse baixo assinado. Infelizmente, a ignorância do homem o submete à atitudes covardes. Como raça com o intelecto desenvolvido o suficiente para criar e compreender tantas coisas lindas, o homem ainda o usa de forma grotesca. Pois é, sem Espiritualidade somos capazes das piores coisas.

Mas nós que seguimos um caminho de compreensão e lucidez podemos contribuir de alguma forma com nossas ações positivas. Por isso peço a vocês que deixem sua contribuição a favor dos jumentos, que são, assim como eu e você, criaturas divinas que merecem o amor. E para que não sejam sacrificados de uma maneira cruel, precisamos apoiar uma causa que visa, pelo menos, protegê-los do pior.

E tem mais, se queremos a misericórdia e compaixão de irmãos “maiores” a respeito de nossa humanidade, precisamos oferecer aos menores em evolução e intelecto a mesma coisa. Cuidando dos “inferiores” nos tornamos dignos do auxílio dos que são “superiores”. Só pra refletir, já pensou se uma determinada civilização adiantada olhasse para nós da mesma forma que muitos aqui estão olhando para esses jumentos? E se eles nos considerassem inúteis e quisessem simplesmente nos eliminar? Facilmente poderiam fazer isso.

Mas não, eles nos amam e tem compaixão de nós. Então, que tenhamos de nossos irmãos animais, da forma que nos for possível. Não somos melhores do que eles. Somos tão carentes do amparo dos irmãos superiores quanto esses jumentos são de nós. Então, vamos ajudá-los. Deus nos deu intelecto, raciocínio e uma grande inteligência, confiando-nos a missão de amparar e proteger a vida neste planeta e respeitá-la acima de tudo. E hoje eu peço, por favor, apoiem essa causa. Posso contar com vocês?
BASTA CLICAR NA IMAGEM ABAIXO.

Agradeço imensamente aos que decidirem participar desse movimento.
Luz e Benção!
Vinícius Francis




3 comentários:

Deixe aqui sua opinião ou pergunta.