quarta-feira, 19 de agosto de 2015

Compartilhando experiências


Já que estamos nesse caminho de gratidão, gostaria de dividir algumas coisas com vocês da minha experiência da vida. Só pra informar, essa criança na foto com carinha de levada sou eu mesmo. Bom, sempre estou transferindo os ensinamentos dos quais sou canal e pouco falo de mim, e não é por falta de vontade, podem crer! A verdade é que vejo meus leitores como amigos, pessoas com as quais criei vínculo e existe certa convivência entre nós, não é verdade?

E hoje eu estava orando pela manhã, observando meus filhos caninos correndo pelo quintal e eu me permiti apreciar aquilo, a saúde deles, a alegria que exalam. Me sinto feliz em tê-los ao meu lado, acho que esse estado de ficar percebendo quantas coisas boas tenho é reflexo de nosso desafio em agradecer por tudo. E esse texto aqui é uma carta de gratidão, que compartilho com todos vocês que acompanham o blog.

A verdade é que eu me considero sim, uma pessoa de sorte, abençoada por ter a vida que tenho. Nossa sociedade brasileira tem medo de se autoconsiderar, como se fosse algo proveniente do ego, ou como se isso fosse fruto de arrogância. Aqui ainda é feio fazer esse discurso, infelizmente. Mas como eu não tenho medo de dizer a verdade, não vejo o menor problema em confessar que sou um ser privilegiado. Alguns dizem que isso é mérito de evolução. Bom, pode até ser, sei lá, o que posso afirmar é que a vida me proporcionou uma oportunidade muito rica.

Às vezes, a ficha humana cai e fala assim comigo: Cara, você tá conversando com seres de outras dimensões! Outro dia mesmo, quando estava canalizando Jesus, confessei a ele: Até pra mim é ainda um pouco desafiador acreditar que você está aqui, na minha frente, falando comigo. E a resposta foi: Vinícius, o homem que não crê naquilo que sente e vivencia não pode ser amigo de si mesmo. Lindo isso né gente? Acreditar em si mesmo. Sim, sempre algo indispensável. E Jesus, com sua maneira simples e tão sábia, enfatizou isso. Essa é a minha verdade e eu a aceito, de bom coração, mesmo com todos os naturais desafios que ela traz, porque vivemos ainda numa sociedade um tanto quanto incrédula e muitos são os que nos acham loucos, né mesmo? 

E eu estava pensando nisso, cheguei até a me emocionar em meio aos pensamentos porque justamente “Eles” me vieram à mente. Estar envolvido com uma causa sobre-humana, apesar de eu ter que conviver com a não aceitação da maioria das pessoas de nossa sociedade, me fez crescer rápido demais. Me ajudou a ampliar todos os meus horizontes e perspectivas. 

Muito tem sido revelado a mim por essas consciências tão evoluídas e puras, além de ter em diversos momentos tanta ajuda de perto, orientações, bem como as mensagens que fluem através de mim. E eu sei que não é qualquer pessoa que tem isso. Todavia, eu sei que um fator predominante foi eu justamente acreditar, desde criança, que isso era possível. Por isso agradeço, agradeço muito e me empenho pra devolver essa dádiva e a melhor maneira que encontro no momento é devotando minha vida ao serviço da luz. E tentar passar às pessoas um pouco do tesouro que tenho recebido.

A minha vida é cheia de histórias especiais, de conquistas e sempre vivi momentos que comprovaram que temos sim, o poder de fazer qualquer coisa acontecer. Hoje mesmo, vendo meus bebês correndo no quintal, apreciei a casa onde moramos, meditei e percebi que sempre quis estar numa casa como esta, cheia de árvores, num bairro exatamente como esse, tudo exatamente como é. E aconteceu de uma forma única, hoje é real. Não só isso como tantas outras coisas!

O inesquecível capítulo de minha infância, eu não tinha uma letra bonita e minha amiga possuía uma que se parecia com as dos cadernos de caligrafia. E eu me desafiei sabe, a conseguir aquilo, acreditei que podia. E em apenas um mês minha letra era exatamente igual à dela. Conclusão: A gente realmente pode tudo, basta acreditar.

Enfim, eu tenho uma família especial, pais maravilhosos, amigos, leitores, sou cercado de gente incrível porque eu fiz da minha vida um caminho especial, eu escolhi, quando poderia ter escolhido qualquer outro destino. Quando sofri depressão e tentei tirar minha vida na adolescência, não imaginava nem em sonho que hoje eu resgataria pessoas, apesar de aos onze anos eu ter recebido essa promessa em viagem astral, de que eu ajudaria muita gente.

E eu fiz uma escolha né? E cada um de nós precisa fazer a mesma coisa. Sei que há muitos sonhos a serem conquistados ainda, mas sou eternamente grato por tudo o que já consegui, pelo trabalho que faço, pela vida que tenho. Eu sou um homem abençoado! E beirando os trinta, ter esse reconhecimento e reflexão positivos amplia meus horizontes de possibilidades e me faz querer ainda mais da vida.

Por que você não faz isso hoje? Sente-se, escreva uma carta pra você e conte nela seus feitos, suas conquistas, suas bênçãos e manifeste sua gratidão. Isso ajuda tanto a abrir caminhos para que outras benesses se manifestem! Que a gratidão te eleve a um estado cada vez mais excelente. Você pode tudo!

Seja feliz!
Vinícius Francis 

Nosso blog dispõe de materiais e cursos com ensinamentos e técnicas para auxiliar seu crescimento e progresso espiritual. Para conhecê-los clique na imagem ao lado. =] 

2 comentários:

  1. Maravilhoso e inspirador o seu depoimento. Realmente o desafio da GRATIDÃO é um exercício de humildade. Infelizmente, nos deixamos enebriar por crenças impostas por anos, décadas e a libertação de tais crenças para viver a liberdade de simplesmente SERMOS VERDADEIROS e ÍNTEGROS é fantástico. Privilegiados os que percebem isso a tempo e se entregam à simplicidade de reconhecer as bênçãos constantes. Posso dar o testemunho de que consegui, a partir de suas orientações, aprender a apreciar cada instante vivido e deixar a vida fluir naquilo que se harmoniza com minha essência. Gratidão, sempre!

    ResponderExcluir
  2. Amei as dicas, foram muito validas.

    ResponderExcluir

Deixe aqui sua opinião ou pergunta.