segunda-feira, 20 de abril de 2015

Elohim - Liberdade é permitir o fluxo


Liberdade é autonomia própria, liberdade é ser dono de si mesmo. Liberdade é fluir com o Bem, liberdade é se permitir ir com o fluxo do Universo, Liberdade é não resistir ao vosso Eu. Liberdade é a posse dos sentidos emocionais, é o controle da própria direção de vida.

Não podemos dizer que uma pessoa que não possua o "controle" de sua “direção de vida” é livre. Livres são todos aqueles que têm o "controle" da situação e o que é esse "controle"? Vocês bem sabem que não podem controlar o não físico e nem "como" os fatos de desenrolam, contudo, podem decidir quais fatos, baseados em determinadas frequências, se desenrolarão.

Vocês podem direcionar o fluxo, controlá-lo jamais! Liberdade não é controle da Vida e sim, o fluir permissivo com ela. Liberdade não é ser dono do destino e sim, autor.

É muito mais bonito e divino quando vocês se permitem trabalhar em união com essa maior parte. O que cabe a vocês em "parte física" é direcionar vosso foco, vosso poder. E fazem isso com vossos sentidos e também fazem isso com vossas escolhas. 

Este é vosso trabalho e sobre isso sim, desejamos que sejam Senhores.

No entanto, não queremos que ousem ser Senhores dos acontecimentos no sentido de “como” eles estão fluindo, porque preocupar-se com isso é não se permitir ser livre. 

A preocupação não faz parte da Liberdade. A preocupação faz com que vocês abandonem vossos postos de autores e direcionadores de foco para caminharem rumo ao local de ansiedade, frustração e muitas vezes de aflição.

E isto se dá justamente pela presença do não físico e dos seus meios inimagináveis e jamais previsíveis, de fluir. Esta parte foge do vosso controle, não podem controlá-la. E por isso, perguntamos: Se vocês sabem que o poder de direcionamento está em vossas mãos, então, pra que desejam tanto saber "como" e de "onde" virá o que estão criando? Sendo possível escolher a direção do poder, deveria ficar bem óbvio o resultado, não acham?

Se vocês escolhem ser positivos, ou seja, direcionar o vosso poder naquilo que vos faz sentir bem, é lógico e evidente que terão como resposta do não físico somente isso. E por que insistem em determinar o “como” ou o “de onde” virá? Isto soa para nós como pretensão!

E não queremos, não desejamos que saiam do “controle” (desejo e permissão) saudável e assumam o "controle não saudável" (ansiedade e pretensão em querer dominar a vida). Não desejamos que sintam aquela zona emocional conhecida como frustração e ansiedade. Elas não são nada agradáveis porque o vosso EU divino não vos acompanha até lá. E quando lá estão, o desconforto é grande.

Quando estão na zona da frustração, a dor incomoda muito! Porque quando vão para lá (de forma consciente ou não) estão momentânea e parcialmente separados de quem são e essa separação confere emoções e estados emocionais de vazio, tristeza, inquietude. E quanto a isso afirmamos: Não é Liberdade!

Ser livre é confiar nos poderes invisíveis e simplesmente ir com eles, Liberdade soa como “deixar fluir”, não soa como “preciso saber de tudo”. Ser livre é dar vazão à diversão do vosso espírito em criar as coisas. É muito mais emocionante ficarem na arquibancada da manifestação assistindo um show que vocês não fazem ideia de como será!

Vocês não se divertem tanto num show ou espetáculo previsível! Isso não ocorre. Porque vosso Eu não gosta de ser previsível, ele gosta das surpresas, ele gosta do “Novo”, ele gosta de experimentar caminhos ainda não trilhados.

Por favor, desejamos que parem de idealizar demais a vossa liberdade, isso vos machuca e por isso, afirmamos mais uma vez: Toda vez que dói é porque vocês imergiram na idealização. Leiam bem esta frase e entendam que isso é verdade. Toda vez que há frustração, vocês idealizaram, toda vez que há tristeza, vocês idealizaram, toda vez que há raiva, ódio, vocês idealizaram, toda vez que há ansiedade, vocês idealizaram.

Então, se idealizar é algo tão hostil muitas vezes, por que não desistem de idealizar? Não seria bem mais fácil se apenas se entregassem na crença e na certeza de que vossa liberdade vos conduz e vos leva ao destino que vocês desejam? 

Vossa liberdade interior vos levará ao destino que sonham! Mas isso somente ocorrerá se vocês a vivenciarem já. E da mesma forma, a vivência dela só ocorrerá se permitirem que vossa maior parte seja tão livre quanto vocês querem ser, para que ela possa criar as coisas como bem desejar.

Não queiram dominar o que não se pode dominar, antes, escolham vosso foco, façam com que sejam verdadeiros e contundentes em tudo. E simplesmente se entreguem aos estados mais felizes, mais positivos que puderem dar, pois todo aquele que se dá uma emoção feliz é porque crê no Bem que ela atrai.

ELOHIM através de Vinícius Francis 

Mais sobre nós e nosso trabalho:
Atendimentos individuais - AQUI
Nossas páginas do Facebook:
Comunidade - AQUI
Grupo fechado - AQUI
Página pessoal (Vinícius Francis) - AQUI

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opinião ou pergunta.