sexta-feira, 21 de novembro de 2014

Mestre Jesus - Sementes ou árvores?


Os que confiam em Deus estão firmados na força do próprio espírito. Os que estão alicerçados em paz são os que em hipótese alguma abandonam a sua certeza interior de que tudo permanece seguro nas mãos invisíveis de Deus.

Porque os que têm esta fé e nela descansam são os que navegam em leveza pela correnteza da vida, imersos na quietude da alma, que repousa no seio do Um. E só a fé, exercida no viver do espírito pode vos conferir a segurança de que precisam. Amados, não a encontrarão em nada lá fora, somente em vosso interior. Pois a casa de Deus é o coração do homem. É no peito, no sentir da alma e da essência do Eu mais profundo, que o Criador habita em vosso ser. 

As dúvidas vos afastam de Deus, porque elas vos fazem olhar a vida com os olhos da incerteza, e esta, não pertence ao vosso Criador. Nele habita somente o conforto e força do "É" inabalável. E "são" Nele quando erguem a cabeça em perpétua confiança. A provisão pousa no coração dos que creem assim como uma pomba que bate tranquila e seguramente as suas asas enquanto chega ao ninho.

O Amor do Criador repousa sobre a Terra, nas folhas das árvores, nas pedras, na areia, na água, em tudo, ele se abriga. Deus faz da vida física o seu esconderijo, a sua tenda, e deseja através dela divinamente se expressar. Toda criação é uma com o seu Criador. 

A separação entre elas só existe quando há o foco em apenas uma das partes. E a consciência que percebe, se for física, somente verá aquilo que estiver em conformidade com sua natureza, sendo assim, não entenderá que ali, no que lhe parece sólido, está o Criador. Porque ele, em essência não física, é invisível aos olhos, mas não foge à percepção daquele que enxerga além da matéria.

Eu desejo, como vosso guia e amigo, que enxerguem além da matéria que está posta diante dos vossos olhos. Veem matéria densa porque é o que parece ser mais real pra vocês. E o que está mais familiarizado com aquilo que acreditam que são, é o que podem ver, tocar, manipular. E somente com tais coisas podem interagir.

A fé, a verdadeira fé consiste em tornar real o que não se vê. E isso, em base, é simples, basta que acreditem. Simplesmente isso. Se acreditassem, tudo seria diferente. A vida lhes seria mais nítida, mais clara e evidente. Para tudo o que acontece vocês procuram na realidade as evidência para a sua compreensão. E novamente, agem acreditando que somente ela é real. E ao fazerem isso, voltam a se colocar como seres de terceira dimensão apenas, por isso não podem interagir com as que estão além.

E interação só pode ocorrer a partir da fé. Vocês, muitas vezes, se veem como físicos e ponto. Principalmente diante de vossos problemas. Por isso se desesperam, por isso reagem emocionalmente com abalos, perturbações, raiva, ansiedade. Porque se enxergam somente como seres físicos.

Aqueles que desejam ter em si mesmos o fluir livre do Poder do Eterno precisam se ver como algo mais do que humanos de carne e osso. Mas não digo que precisam declarar e assumir com os lábios que são a fonte de energia do Todo. Isso vocês já fazem em seus muitos discursos, precisam se ver assim, acreditar. Essa conexão precisa, para vocês, ser tão real quanto é sentir os vossos membros de carne, sentir os vossos pensamentos, desejos, anseios, enfim, todos os vossos sentidos humanos. Saiam das limitações dos cinco sentidos, meu caros e amados! Existem outros que podem e que precisam acessar se o vosso interesse é ir além na estrada da existência cósmica.

Se não conseguirem ser, em vossos comportamentos, diferentes do que os outros em volta estão sendo, então, ainda prosseguem na terceira dimensão de consciência e nela escolheram permanecer. Enquanto o vosso mundo pessoal se resumir à vossa família, emprego, problemas e algumas metas humanas, ainda estarão na terceira dimensão.

Só poderão ampliar vossa consciência de forma deliberada, quando desfizerem esses limites de contextos. Querem fluir com Deus em poder, manifestação e graça, no entanto, assisto os meus queridos da Terra, no cotidiano da vida física, ano após ano, dando voltas nos mesmos paradigmas. Como se estivessem em piquetes, em apriscos.Mas, na verdade, vocês estão escolhendo se manter neles até o momento. E podem sair se realmente decidirem.

No entanto, para que saiam precisam deixar de enxergar a si mesmos como ovelhas. Enquanto assumirem em vocês que são ovelhas lhes restará a vida nos apriscos, estão me compreendendo? Quando disse, há muito tempo, que eram minhas ovelhas, eu queria dar outro sentido a isso, bem diferente do que alguns pensam. Eu vivi sobre a Terra numa época em que os bens preciosos do homem eram sua família, seu trabalho, seus animais, suas plantações. Os pastores amavam suas ovelhas e as tratavam como relíquias preciosas e não como criaturas que não podem sequer dirigir a si mesmas. É isto o que vocês são pra mim, relíquias preciosas.

Vossos lábios professam a grandeza, porém vossas atitudes diante das circunstâncias ainda vos arrastam em comportamentos pequenos, tolos, descrentes. São a manifestação do Divino, no entanto, o saber não vos levará a lugar algum nesta vida. O saber dá ferramentas e abre as cortinas mentais das possibilidades. Porém, o que vos fará andar não é o conhecimento da trilha, mas os vossos pés. Usem-nos sabiamente. 

Saiam dos condicionamentos de terceira dimensão, vejam-se além dos papéis, personagens e figuras da sociedade. Vocês são mais do que isso. E sabem disso? Sim, vocês sabem. Agora, vocês vivem? Não, ainda não vivem nisso, porque não têm fé para fazê-lo.

Não tem fé que podem ser mais, não têm fé que existe realmente mais. Vocês contemplam os horizontes da vida pela janela de vossa existência como se estes fossem pinturas, um fundo de cenário falso e não como territórios que existem para serem explorados. E com isso, vocês se mantêm fechados em suas cavernas do comodismo, do medo, da limitação, arraigados à consciência de que são apenas humanos experimentando uma vida física e nela, precisam aprender suas lições carnais.

Sim, amados, as lições carnais se perpetuarão na vida dos homens que não se derem o poder. Pois vocês concordariam comigo se eu dissesse que na presença do poder tudo pode ser resolvido. Se o Poder resolve as questões da vida que vos fazem entrar nas ditas 'lições', então, por que não o vestem em si mesmos? Preferem permanecer nas lições? Preferem evoluir no estado de consciência lento, mesmo sabendo que podem alterar tudo isso quando verdadeiramente decidirem?

O homem não é cativo de seus carmas e limitações, mas sim da escolha constante em viver sob eles. Prisioneiro é aquele que foi lançado na cadeia e nela se encontra obrigado a permanecer por determinado tempo. Ele não pode sair porque forças externas o detêm ali, naquele ambiente. No entanto, quando o homem pode romper as selas e sair livremente, mas não o faz, é porque tornou-se o seu próprio carcereiro. E assim estão muitos de vocês.

A liberdade vos grita do lado de fora, mas vocês têm preferido, por apegos, permanecerem ligados em seus problemas e conflitos. No entanto, vão precisar ser mais do que esses personagens imersos nos hologramas sociais se quiserem adentrar nos espaços dimensionais superiores, onde se encontram os tesouros da vossa ascensão. Pensando meramente como humano de carne e osso não podem conceber a graça que vos pertence, e que espera pacientemente pelo momento de se externar através de vocês. Quando mencionei que carne e osso não entram no reino de Deus, eu falava dos homens que se condicionam aos estados de ser de terceira dimensão.

Quem se posiciona internamente e exteriormente como carne e osso apenas, de fato, não pode entrar no Reino. Porque o reino de Deus é para os que vivem no espírito. E viver no espírito é se libertar das amarras dessa realidade humana e social, é caminhar na plenitude da consciência divina, sendo mais do que o espelho diz e os documentos de identidade confessam. Só serão Deus em expressão de plenitude quando desistirem de ser simplesmente aqueles que estão nas fotos dos documentos que vos identificam como seres humanos e escolherem ser o que não tem forma, definição e nem raiz em nada, somente Amor, Poder, Sabedoria, Divindade.

E vestidos desta identidade, poderão acessar o que está além. Saiam do aprisco, caminhem, sejam mais do que foram até hoje. Ousem, desprendam-se. Não esperem o tempo certo, façam vocês mesmos o tempo de agora ser o certo e de fato ele é, porque é o único que vocês têm. Quem espera pelo futuro não o vive, pois nega o presente que o fundamenta.

E sem alicerce não se constrói a casa. Sem o semear da semente não se faz uma planta ou uma árvore. E sem raiz aprofundada no solo fértil, nenhuma erva poderá crescer, dar ramos, flores. Sem raiz as árvores não darão sombra, frutos, beleza. A semente sabe que não deve ser apenas semente para sempre. Ela, pequenina, lançada sobre a Terra se transforma numa grande árvore.

Parem de se enxergar como meras sementes, sendo que vocês têm potencial para serem grandes árvores. Vocês podem ser mais se acreditarem e somente acreditarão quando vossas atitudes mudarem. E somente agirão diferente quando escolherem e perceberem que precisam se movimentar além dos limites que se deram. Podem ser sementes ou podem ser árvores. A semente gera a árvore, mas não produz frutos.

Porque os frutos vêm como consequência da transformação que ela sofre. As sementes que não se tornam árvores, que não são semeadas, secam, e tão logo perdem sua validade. O tempo de serem sementes já se foi. Despertem porque o novo vos convoca. Ergam-se e erguendo-se serão grandes e fortes. E sendo fortes moverão a realidade. 

Uma árvore tem grande força, ela é uma semente que acreditou que podia ser mais. Vocês não são aquilo que veem racionalmente, vocês são o que acreditam ser. E em vosso acreditar podem tanto mudar o vosso mundo quanto permanecer trancados nele. Eu desejo que escolham acreditar que são mais, pois sendo mais, terão mais, farão mais, receberão mais, viverão mais. E tudo fluirá sempre no “mais”, muito mais, porque o “mais” vem para quem não se dá limites para possuí-lo e nele viver plenamente.

Calcem os pés na soberania de Deus. E no viver pleno em sua essência, escolham caminhar. Eu caminho ao vosso lado, contando-lhes os bons feitos do Criador, animando e motivando-vos a crer até o fim. Vos mostro as maravilhas do Autor da Vida para que ao olharem para elas se sintam abraçados pela perfeição da energia que vos projetou à existência e que vos move em inquestionável perfeição. Amados, ao olharem para o Bem que vos mostro encontrarão o incentivo para irem além. Prestem atenção nas obras do Poder Eterno, pois delas absorverão os bons estados. Se decidirem ser guiados pelo mesmo amor que me preenche, vossos passos serão sempre seguros, assertivos, firmes. E esbanjarão verdadeira felicidade, porque a genuína alegria do ser se encontra na conexão profunda e constante com a sua fonte, com o Divino, isto é, o Espírito de Deus.

Eu vos deixo minha palavra, minha luz e meu amor. Despertem e sejam mais do que foram até hoje. Ousem e terão os resultados dignos da vossa ousadia.
Amo-vos,

Jesus

Mestre Jesus através de Vinícius Francis 


*Segundo livro canalizado: "No caminho da felicidade" é a nova obra dos Elohim, já disponível em nosso blog. Um livro repleto de novos ensinamentos, com muitas das respostas que procuramos para viver melhor. Mergulhe na sabedoria deste guia que te proporcionará grandes descobertas e aprendizado. Clique neste link e saiba mais: http://os-filhos-da-alva.blogspot.com.br/2014/10/segundo-guia-dos-elohim-no-caminho-da.html

Um comentário:

  1. Mestre Jesus sempre nos ensinando o caminho da liberdade incondicional, um caminho regado a luz e amor, paz e respeito! Gratidão eterna!

    ResponderExcluir

Deixe aqui sua opinião ou pergunta.