domingo, 6 de abril de 2014

Celebrando três anos de blog e expandindo a sua consciência


No fim de março completamos três anos de blog e pra mim é muito importante celebrar esse momento, porque isso implica em três anos numa corrente de luz e Bem com consciências não físicas que só fizeram expandir tudo o que sou. Esse trabalho em aliança com esses amigos faz uma diferença enorme em toda minha vida, passei, em poucos anos de interação com eles, de um rapaz confuso, questionador e imerso em tantos conflitos, embora sempre fosse inteligente e investigador, a um homem maduro, cheio de sonhos, motivado, esclarecido, livre, enfim, feliz.

Em apenas três anos muita coisa aconteceu, muitas mudanças, aprendizados, recomeços, conquistas, perdas (fazem parte), mas tudo a favor do meu bem. A decisão de me unir aos Elohins primeiramente e depois a muitos outros foi a melhor e mais promissora escolha que pude fazer em minha vida pessoal. E é tão bom dividir isso com o mundo! Em aliança, claro, com minha amiga-irmã, meu braço direito, esquerdo, meu ombro fiel, a estrelinha posta por “eles” lá de cima pra me ajudar sempre, Márcia Diniz.

Bom, acho que a melhor forma de celebrar esse momento é fazer o que me propus aqui neste espaço desde o início, o Bem. Ajudar você a encontrar uma direção, um sentido verdadeiro pra sua caminhada. Afinal, viemos à Terra procurar a conexão com quem somos de verdade, centelhas, átomos divinos que compõem a grandeza do criador.

E hoje, eu te incentivo a revestir-se de motivação interior. Isso mesmo. Percebo, nesses anos de trabalho e estudo, que falta motivação nas pessoas, que muitos sonhos se perdem e certas coisas deixam de acontecer porque a desmotivação se instala como um parasita que mina a coragem e a disposição do indivíduo, submetendo-o a um estado inerte, mórbido de realidade.

E aí, nessa zoninha de conforto emocional e físico, nada de extraordinário pode acontecer. Eu gosto do que é extraordinário, adoro. Tudo o que não combina com essa crença tem ido embora, vazado do meu contexto. 

Pense bem: Já basta ter que lidar com os nossos aspectos pessoais, já é meio delicado cuidar de nós e ainda por cima teremos que lidar com o que não quer andar? Ah, de jeito nenhum! Xô para aquilo que não prospera. Xô para as árvores que não dão fruto. Abomino porque o que não frutifica prende a gente numa situação sem sentido e se não tem fruto, logo não terá sabor, não terá o que saborear, então, que graça tem?

E quanto à sua desmotivação, o que faremos com ela hein? Fazer de conta que não vemos? Beleza! Vamos nos tapear, fingir que está tudo bem e seguir em frente. 

Afinal, você se acostumou a fingir pra si mesmo a vida toda não é? Só que o tempo, ah, o Senhor Tempo, sempre vem mostrando que estamos errados e que não está funcionando a maneira que tocamos a vida.

É verdade, você não percebe que não está funcionando? Nada acontece, tudo continua na mesma, quer mais sinal do que esse? Mas quem está segurando? A vontade de Deus? Não, a sua preguiça. É preguiça sim, vamos logo falar claro porque assim dá pra entender rápido.

Cadê aquele curso que você disse que iria fazer? E o emprego que você ia procurar ou aquele trabalho novo que queria conquistar? Cadê os livros que disse que ia ler? A dieta que queria fazer? A academia? As meditações diárias que se propôs? Você fez? Ah não? Por que não tem tempo não é? Essa é a grande desculpa do ser humano. Além de outras como: Dá trabalho. Porque é complicado. Tenho outras prioridades. Não tenho dinheiro. Na minha cidade é difícil. E por aí vai.

Sei, sei bem como é isso. Enrolamos, agimos como sabotadores da nossa felicidade e do nosso progresso e no final fazemos de conta que não vemos. Olhe bem, nos detonamos, arruinamos os nossos objetivos, estragamos a nossa vida e ainda por cima damos uma de surdos e mudos! Veja a que ponto chegamos com a nossa irresponsabilidade interior!

Ah, mas o ego deixa a gente reconhecer isso? Nunca. O ego se acha, justifica as suas fraquezas ou mente descaradamente pra se sair bem na conversa. Só que você, lá no fundo sabe que está agindo errado, entretanto, não toma nenhuma atitude pra mudar. Em palavras mais acessíveis, você se tornou inimigo assumido de si mesmo. Assinou a própria derrota, concorda com ela.

E assim, a maioria continua se enchendo de desculpas, de pretextos, de medo, de covardia, de mimo, de frescura e depois nada anda. Aí essa maioria faz o quê? Beiço de coitado, cara de “broa” (queria dizer outra coisa, mas você entendeu) e reclama dizendo que a vida é injusta. Como injusta? Você está fazendo algo pra mudar? Não. Se empenha? Não. Se motiva? Não. E quer mudar como? Quer que caia do céu? Aham, vai esperando. Toda vez é o mesmo assunto, aquela lorota de vinte anos e não sai nunca disso. Já percebeu que você faz assim?

Tudo é mérito, sem ação não tem reação. A inteligência cósmica “sente” o seu “sinal” e devolve igualzinho. Sem injustiça, tudo bem perfeito. Deus faz de acordo com você e acabou. Ele te dotou de inteligência, só que a má vontade não te deixa usá-la. O mimo te acorrenta e te segura. O medo te acovarda e te faz acreditar que não vai conseguir. Opção sua. Toda sua e o preço vai voando pra você pagar e costuma vir com juros.

Sem transformar a si mesmo, nada reage com positiva transformação. Dê o passo. 

Creia no melhor, mas vá além de crer, faça o melhor por si. Saia desta zona de acomodação. Não queira acomodar-se na realidade ou na vida, isso é coisa de covarde. Queira o movimento, a mudança, o novo, isso sim é de Deus. Saia dessa condição de vítima, de pequeno, de criança mimada e assuma-se como dono da própria vida. Arrisque-se, pare de chorar pelos cantos, chorar só é bom quando serve de alívio para as emoções, mas quando serve de desculpa e fuga, é ruim, é péssimo.

Não reclame mais, chega de amaldiçoar a própria realidade. Pelo amor de Deus, chega mesmo! Leve as coisas da sua vida a sério, seja maduro, seja adulto. Se banque, pare de frescura e viva com saúde psicológica os seus dias. Levante-se grato pela manhã, pare de ficar pedindo as coisas pra Deus, não é assim que funciona. O que você quer, assuma em si mesmo, creia, agradeça e confie que É seu, acabou. Não tem que pedir, você é criador meu caro, você tem poder e pode com ele (se souber usá-lo) mudar tudo o que quiser mudar.

Só que, pra transformar fora, tem que transformar dentro. É necessário expansão, conhecimento, entrega, humildade. Vamos cultivar isso? Vamos ir atrás do prejuízo? Vamos começar agora mesmo? De verdade? Então tá, deixo essas palavras com você e desejo sinceramente que faça a diferença com elas em sua vida. Esse é o presente a você, um convite a caminhar na excelência, no melhor. Obrigado por participar comigo nesta página e te convido e motivo a continuar nesse caminho que é pautado no Bem, no nosso Bem, de dentro e de fora.

Seja Feliz
Vinícius Francis

2 comentários:

  1. Márcia Mossmann6 de abril de 2014 21:07

    Lindo texto como todos que acompanho nesses quase dois anos! Nossa, como o Senhor Tempo é danadinho... Nem parece que faz isso tudo... Mas o que vale é todo o aprendizado que vivenciei VISCERALMENTE e agradeço a cada amanhecer por tudo o que venho aprendendo e ainda hei de aprender. Gratidão a este canal do BEM VIVER.

    ResponderExcluir
  2. Anos maravilhosos, de muito conhecimento e descobertas. Caminharmos juntos aos irmãos da luz não tem preço. A vida é cada dia mais linda ao lado da iluminação cósmica, dos amigos espirituais e do grande amigo e canal Vinícius Francis, ao qual deixo meus agradecimentos e amor fraterno, por todo companheirismo e amizade!

    ResponderExcluir

Deixe aqui sua opinião ou pergunta.