sexta-feira, 11 de abril de 2014

A simplicidade da criação


Dê uma inspirada bem profunda e deixe o seu pulmão encher de ar. Depois solte-o lentamente e preste atenção no alívio que se sente ao fazer isso. Atente-se em como o corpo reage bem. Algo tão simples, mas que simplesmente nos mantêm vivos. Já entendeu o recado da vida com isso? A simplicidade da respiração esconde a coisa mais poderosa para sustentar a nossa vida. Se não respiramos, não vivemos. Basta eu puxar o ar e depois soltar, pronto.

Na vida também é assim, basta convocar o desejo, assumi-lo, ou seja, deixá-lo entrar, e depois soltá-lo. E tudo consiste nisso. Olha que simples! E a gente complicando as coisas! Se crêssemos de verdade, aliás, se concebêssemos isso com nossa inteligência corporal, se verdadeiramente vestíssemos isso em nosso ser, tudo seria diferente. Bastaria um puro desejo e depois o "soltar", e criação feita. Tudo resolvido. Só que ao invés de entendermos desta forma e praticar, preferimos nos amarrar num monte de coisa que nos tira completamente o poder. O que parece difícil é mudar a gente, a vida, muda fácil, pode crer. Belo sábado a você!!

Vinícius Francis

Um comentário:

  1. A mudança é necessária em todos os setores da nossa vida, sempre que nos sentirmos motivados para ela.

    ResponderExcluir

Deixe aqui sua opinião ou pergunta.