quinta-feira, 22 de agosto de 2013

Creia, você tem o Poder


Eu gostaria de passar uns minutinhos com você aqui hoje para conversarmos um pouco sobre o que nos faz Bem e nos promove positivamente. A nossa vida é algo fantástico e disso não há dúvida, mas viver tendo consciência de quem somos em Deus e do real poder que temos é sensacional.

E mais do que se dar conta disso é praticar essa verdade e colher os resultados. Imagine só uma coisa: A vida na Terra é uma experiência rica, vivemos num planeta lindo com “n” possibilidades de tudo. E de repente você descobre que pode ter e ser o que quiser. Olha que notícia boa, maravilhosa eu diria!

Nós vivemos sob o “jugo” de uma lei que nos diz que atraímos tudo por afinidade, ou seja, puxamos para nossa vida todas as coisas que estão numa frequência de energia similar à nossa.  Mas pra isso ficar claro e bem "facinho" de entender, eu poderia dizer o seguinte: Você cria e faz ser real aquilo para o qual dirige seu foco, sua atenção. E ainda mais mastigado, sua importância emocional.

E meu caro, uma vez que você consegue adquirir o “controle” disso ou pelo menos aprende a direcionar o foco e se esforça para tal, tudo se torna diferente. Porém, hiiiii lá vem os “porém”, os “mas”, os “entretanto” e etc. É, mas tem isso e é preciso que nos atentemos se desejamos experimentar uma vida rica e plena.  

Continuemos: É preciso parar de dar desculpa e de se comportar de forma contrária aos seus desejos.

Porque não sei se você sabe, seus comportamentos e atitudes refletem exatamente sua vibração, muito mais do que suas palavras. Então, comece a agir diferente! 

Comporte-se de maneira positiva. E o que seria isso? Eu explico, hoje estou um doce, bem leve: Escolha atitudes e reações diferentes das que tem comumente diante dos fatos.

Ah, viu uma conta cara e que precisa pagar? Normalmente você reclama e protesta, mas a partir de agora você fará diferente, irá agradecer por ter aquela conta pra pagar! 

Raciocine comigo: Se você está pagando uma determinada conta que considera cara, é sinal de que adquiriu algo de valor, alguma coisa que para você deve ter sido muito importante ou necessária. Então, ao invés de ficar esperneando e vibrando mais ainda o que não quer, faça diferente, assim: Sou feliz e grato por ter que pagar por algo de que precisei e com certeza gostei de adquirir. Sou feliz e grato porque posso pagar por isso. E ainda que esteja levando boa parte do meu salário, aprecio poder quitar essa dívida e eu sei que sempre virá mais porque eu estou no Bem.

E diante das pessoas?

_ Ah, Vinícius, elas falam mal de mim, me perseguem!

_ Amigo, deixe que elas sejam como são. Se não gosta da maneira com elas se comportam, ignore-as. Deixe-as pra lá! Releve! Respeite-as, porque quando você compreende que Deus é único em todos, não fica se debatendo pelo fato dos outros serem como são. Você é como é, e se consegue conviver bem com isso, permita que os demais também sejam.

Busque o que te faz bem. Pare de dar atenção ao drama da sua cabeça. Menino (a) de Deus, chega de ficar culpando o mundo pelo que te ocorre. Quem é dono da sua vida é você, então, assuma-se como responsável pelos seus atos e procure aprender com os erros. Culpar-se? Bobagem! Você sempre fez o melhor que pôde, o que sabia e dava para fazer naquele momento.

_ Ah, mas a vida é difícil, “as coisa” são “complicada” (É com esse português mesmo, porque quando você está no mal, destrói até o plural, rimou)!

Complicado é você amigo. E não tem nada difícil. Tudo é questão de onde você está focado. Se vai mal é devido a não estar no seu melhor. Porque quando está nele, assim, encaixado, vestido e incorporado, é tudo beeeeeem diferente.

Vamos dar um basta também nesse negócio de “dia ruim”? Não tem dia ruim, tem eu fora de “mim” (rimou de novo). Porque, quando eu escolho me levantar da cama positivamente, não tem nada que me tire disso. O arbítrio é meu, eu decido como vou me sentir e se opto pelo estado positivo, basta que eu pense em coisas que provoquem isso, basta que eu me foque no que me faz bem, e isso vai desde programas de TV, às pessoas e a relação com elas.

E se você tem o poder, então cabe a você usá-lo. E como faz isso? O tempo todo. 

Quando vem aquele pensamento chato, você corta, dizendo: Ah, isso eu não quero, prefiro pensar naquele outro.

Se vem aquele “problemão” na mente, você nega, dizendo: Besteira, não existe isso de problema, existe é solução e eu vivo num Universo onde tudo é possível.

E quando vem aquelas lembranças ruins do passado,você pode desfazer a energia negativa, assumindo uma postura de perdão consigo mesmo, aceitação e desapego, dizendo: Tudo o que eu vivi foi necessário para a construção de quem sou hoje, abandono tudo isso e aceito que todas as coisas cooperam para o meu Bem.

Percebeu a diferença? Modifique-se, renove-se numa nova mentalidade, positiva, ativa e promissora. Está em suas mãos o poder de fazer isso, como também, está a escolha do não. E não tem situação que não mude quando estamos assentados no bem do nosso espírito. 

Não existe dificuldade que não seja transformada quando vestimos o nosso melhor. E definitivamente não há nada imutável, quando decidimos que vamos transformar tudo, como o nosso poder, banhados em positividade e profundamente crentes e entregues ao Bem.

Pois se só o Bem opera em tudo, você pode escolher descansar nele e permitir que ele viva, floresça e opere milagres em sua vida. Mudando a si mesmo, revendo seus conceitos e agindo diferente, meu amigo, você muda tudo o que quiser. Creia, você tem o poder.

Seja Feliz,
Vinícius Francis

3 comentários:

  1. ótimo texto! E realmente esse é o caminho, gratidão!

    ResponderExcluir
  2. Eu gostei do texto, e procuro sempre pensar positivamente.
    Mas atualmente estou passando por uma situação bem chata... os vizinhos do apto de cima do meu ficam fazendo barulho até altas horas (às vezes, até uma da manhã). Já conversamos com eles, com o síndico, mas tudo continua na mesma. Eu sinto muita raiva dessas pessoas. Até tento perdoar, mas é complicado ter que perdoar e manter a paciência todos os dias! Nós queremos mudar daqui, mas por enqto não temos condições. O que eu poderia fazer para me libertar disso enqto não mudo daqui? Se puder me sugerir algo, agradeço muito...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amigo (a), fico feliz que tenha gostado do texto. Bom, como cidadão você tem seus direitos garantidos por lei e se já tentou pacificamente fazer valê-los e não conseguiu, sugiro que procure as autoridades e passe a eles o caso. Quanto à lei do Universo da atração, diria que tudo está concentrado e ativado nas palavras que você mesmo disse, que são "Eu sinto muita raiva dessas pessoas". Leitor (a), quando sentimos raiva, amor, paixão, ódio, rancor ou qual quer que seja o sentimento por alguém, estamos oferecendo-lhe a nossa importância. E para o Universo, importância é poder, é o seu sinal e ponto de atração, sendo assim,como a Fonte sempre responde "Sim", então, tudo aquilo com que você se importa, está pedindo ao Universo mais e mais da mesma coisa. Por isso que ensinamos às pessoas a tirarem os olhos e importância emocional de pessoas ou coisas que as fazem mal, para que essas coisas possam parar de fluir na vida delas. O que sugiro que faça, além de procurar seus direitos como coloquei acima, é cortar a importância, pelo menos minimizá-la, e a partir disso, eliminar a questão que lhe aborrece será possível, mas, infelizmente, enquanto isso mexer com você desta maneira, atrairá mais da mesma coisa, mais daquilo que te irrita e não somente nesta área, como em diversas. Comece parando de falar no assunto com outras pessoas, trate seus vizinhos "chatos", em suas conversas cotidianas como se não existissem. Trate o assunto como se ele não estivesse ocorrendo. Talvez você não consiga eliminar de todo, assim rapidamente. No entanto, diminuirá a contribuição vibracional que dá para isso, em outras palavras, vai parar de alimentar e o que não alimentamos, naturalmente morre. Espero ter ajudado, caso haja mais dúvidas, escreva-nos. Luz em seu caminho!

      Excluir

Deixe aqui sua opinião ou pergunta.