domingo, 5 de maio de 2013

Elohins - Lembrem-se de vosso verdadeiro objetivo



Felicidade e alegria aos que seguem os caminhos de seu próprio espírito!

Vocês são caminhantes de uma jornada infinita e estão aí na Terra apenas dando prosseguimento a isso. Vocês, assim como tudo o que existe, estão numa estrada que não tem início e nem fim. O ponto em que vocês se encontram neste planeta e nesta vida atual é minúsculo se comparado ao tamanho da viagem.

Seria bastante justo se colocássemos vossa encarnação atual em comparação com vossa eternidade da mesma maneira que se colocássemos o vosso planeta em comparação à vastidão do Universo.

É como um grão de areia numa praia muitíssimo extensa. E cada grão que a compõe seria como uma experiência, como esta que vivem agora. E dizemos isso para que entendam que o que vivem é apenas um momento em vossa eternidade. E para que dizemos isso? Porque vemos que muitas vezes, vocês levam a sério demais vosso estado físico momentâneo.

Vocês, em sua maioria, estão atravessando os dias, sob a contagem do tempo e os limites do espaço como se essa jornada na qual percorrem hoje fosse durar para sempre! E não vai! Por melhor, mais profunda e importante que seja não irá durar mais do que “um piscar de olhos” ou do que “um breve pensamento”.

Então, se tudo isso passa tão rápido quanto a neblina pela manhã, por que ainda seguram tantas coisas com demasiado apego? Por que sustentam em vocês a emoção do medo? Da insegurança? Da incerteza? Por que a falta de fé? Quando vocês estavam no estado não físico, do lado oposto ao que estão agora, não sentiam desta forma.

Querem mais fé e coragem do que a que tiveram ao “abandonarem” temporariamente a condição não física para imergirem numa realidade material, colocando-se sob o múltiplo contraste, sob a multiplicidade de opiniões e vibração, a fim de, simplesmente absorverem a experiência da melhor forma possível? A fim de experimentarem vosso poder criador se expandir e trazer novas coisas?

É dessa fé e dessa coragem que precisam agora. Vocês olhavam para a Terra e em momento nenhum enxergavam a fome, o desespero, os perigos, os infortúnios, os problemas naturais de toda civilização em desenvolvimento, as diferenças sociais. Não! Vocês sabiam que todas essas coisas compunham perfeitamente o ambiente para o qual estavam indo. E mais, era exatamente esse ambiente que vocês procuravam.

Vocês, divinamente, reconheciam que na Terra tudo estava perfeito e seguindo no rumo que devia seguir. Quando se enxerga com os olhos de Deus não se vê a imperfeição, pois ela só é identificada no momento da comparação. E não comparamos nada a coisa alguma. Tudo é original e único neste Universo e segue sempre o seu processo natural.

Vocês ficavam entusiasmados quando percebiam essas coisas! Vocês ficavam alegres ao saberem que nasceriam sob a vibração do “novo”, que não mais se lembrariam de nada que foi vivido antes. Porque vocês pediram: Queremos tudo diferente, queremos que seja único!

E a vocês foi dado conforme o pedido. Vocês não nasceram na Terra para consertá-la. Ela não precisa de conserto e sim, de expansão, assim como tudo. 

E vocês quiseram cooperar com essa expansão trazendo sua luz, seus dons, sua vontade de viver, sua sede de aprendizado e de Amor. Vocês levaram vossas bagagens de coisas boas para a Terra e vos perguntamos: O que fizeram com ela? Por que ainda a mantém embaixo da cama, escondida?

Por que estão fazendo de conta que não "sabem", que não “são” e que não “Têm”? Vocês saíram do Reino da riqueza, da abundância, da Sabedoria e do Amor. Vocês são representantes do Reino do poder de Deus. E não compreendemos como vocês vivem como se isso não fosse verdade. 

Não entendemos como seres tão belos e perfeitos, que foram devidamente preparados através das múltiplas experiências para estarem aí, se comportam como se nada soubessem, nada fossem e nada possuíssem!

Quando estavam na natureza não física sentiam-se prontos e era justamente essa fé, essa certeza e essa expectativa do novo e do bom que queriam levar e dividir com os demais encarnados deste planeta azul. Não se esqueçam disso, amigos da Terra! Não se esqueçam de quem são para darem atenção à realidade em volta. Não se deixem levar pelo externo e pelo que é soprado em vossos ouvidos de carne.

Lembrem-se de vossos planos quando do outro lado ainda estavam. Acordem aquela alegria e aquele impulso pelo melhor que vos preenchia e vos fazia vibrar no desejo da experiência maravilhosa que seria a vida na Terra. E de fato, ela pode e deve ser linda. E vocês podem fazer isso, vocês foram com essa certeza e com esse intuito.

Vocês encontrarão o melhor caminho quando olharem para dentro, vocês serão preenchidos de fé e convicção quando se deixarem levar pelo Amor que vos completa interiormente. Tudo, dissemos “tudo” o que desejam, sonham e intentam em fazer e "ser" veio com vocês e está do lado de dentro. 

No lado em que a incerteza e o medo não possuem morada. No lado em que somente a essência de Deus vos convida dizendo: Venha! Siga pelo caminho do seu coração e deleite-se nos tesouros eternos que lhe pertencem.

Haja luz em vós!

Somos os Elohins da criação e fluímos através de nosso e de vosso Amor.

Elohins através de Vinícius Francis

5 comentários:

  1. É verdade. Compararia nossa jornada terrena à uma festa para a qual nos arrumamos, enfeitamo-nos "potencializando" a beleza natural que possuímos para simplesmente celebrar e que, por motivos criados por nós mesmos, muitas vezes se torna um evento contrário à diversão e ao deleite. A VIDA é uma festa e nos compete vivenciar cada luz, cada melodia, cada sabor que ela nos proporciona constantemente.

    ResponderExcluir
  2. Lindíssmo texto, sinto-me motivada e feliz ao encontrar o deleite do amor e da paz neste blog!

    ResponderExcluir
  3. Sem palavra para tanta sabedoria!

    ResponderExcluir
  4. Que mensagem bela, meninos! Realmente, a correria do dia dia nos impede de prestar atenção em algumas coisas. Embora minha realidade atual seja bastante agitada, procuro por esse encontro com meu espírito. Mas, sei que eu chego lá, em breve. Forte abraço meus amigos e mais uma vez, cumprimento-vos pelo excelente trabalho.

    ResponderExcluir
  5. Gratos pelos comentários!!! Que a Sabedoria nos motive a sermos mais plenos e felizes a cada dia. E, Marquinhos, você chega lá sim, pode crer, sumido. Luz e benção!!! :)

    ResponderExcluir

Deixe aqui sua opinião ou pergunta.