terça-feira, 12 de março de 2013

Faça as pazes com a realidade



Para dar aquela injeção de ânimo no começo desta semana, vamos dar uma “paradinha” necessária e conversar conosco. E eu, vou ajudar você a descobrir e desvendar mais aspectos de sua natureza. Pois, como vamos desfrutar de uma vida, ou melhor, de uma qualidade de vida se não soubermos como fazer isso? 

Fica meio difícil não é? Pois é! E por isso a gente tem que olhar pra dentro de nós e nos ajudar, sempre.

Sabendo que temos condições de trabalhar com a Ciência da vida, precisamos aprender seus funcionamentos, pois da mesma forma que você precisa fazer cursos, estudar e se profissionalizar numa determinada área para que possa com excelência, executar sua profissão, assim é com a vida! Com a nossa vida, afinal, não existe nada que importe mais do que a nossa vida. Bom, pelo menos deveria ser não é?

E muita gente que aprende a Lei, que estuda a verdadeira espiritualidade, muitas vezes, fica se debatendo contra aspectos e componentes de sua realidade atual e acaba não conseguindo progresso. E quando não conseguimos manipular nossa energia e nem mudar o sinal que oferecemos ao “tudo”, lá vamos nós justificar os fracassos nos “fulanos”, espíritos e entidades do mal, alegando que as coisas não caminham por conta deles. 

Bom, é muito fácil culpar algo que está fora porque fazendo isso, eu tiro de mim a responsabilidade e nego os meus poderes pessoais que poderiam me levar pra frente se eu os assumisse e soubesse usá-los.

Pois bem, e quando nós fazemos isso, o que acontece? As coisas param de andar! Porque só vão se você pegar a rédea e o domínio delas, caso contrário, vão ficar onde estão ou serão levadas pelo vento do destino, como muitos dizem. O que é o Destino senão nossas vibrações dispersas que apenas refletem a realidade?

Quando somos vítimas de nós, insistimos em lutar contra o que está lá fora e isso, meu amigo, é inútil. Sei que você não gosta muito de ouvir, mas eu vou dizer pela milésima vez: Você está causando tudo! É só você! As forças do Universo, apenas, olha bem, eu disse “apenas”, refletem o que você emite. Até mesmo para ajudar você, elas precisam que você mude primeiro, senão, não podem fazer nada. É seu arbítrio e ninguém vai poder contestar.

Então, dentro disso, quero orientar você a parar de brigar com a realidade. Você briga muito com o que não quer porque insiste que deveria ser de outro jeito. Gente, vamos falar a verdade? A realidade que você tem é a que você se deu, consciente ou não do que estava fazendo. Agora, reclamar diante disso, lamentar e achar ruim não vai levar você para o rumo que deseja.

_ E o que me levará, Vinícius? 

Fazer as pazes! É isso mesmo! Fazer as pazes com a realidade. Parar de enfrentá-la.

_ Ah, mas você vive dizendo que temos poder pra mudar tudo! 

Sim, e temos mesmo! Porém, você precisa aprender a usar este poder e eu te digo que não irá conseguir vencer uma realidade indesejada, enfrentando-a. Não vai.

Não é assim! É exatamente o contrário! Tudo aquilo para o qual oferecemos nossa atenção e importância, nós criamos, expandimos e atraímos! Então, grave isso na sua mente: Para se livrar de uma realidade que não quer mais, ignore-a. 

Sim, despreze o que está errado, como se não estivesse ali. 

_Ah, mas isso não seria irresponsabilidade? 

Claro que não! Irresponsabilidade é você continuar dando força para o que não quer mais vivenciar, concorda?

Então, como proceder? Eu ensino. Vamos começar assim: Primeiro: O que tem de errado na sua vida ou pelo menos o que você acha que tem de errado? 

_Bom, Vinícius, eu quero mais dinheiro.

Ótimo! Agora, você deve ter algum para o momento, certo? E se tem, aprecie-o com toda sua boa vontade. Por que ficar triste e emburrado só porque não tem o tanto de dinheiro que gostaria? Isso te faz sentir melhor? Não. Faz você ir em direção a mais dinheiro? Não. Faz você se sentir rico? Não. Então, por que você ainda reage assim, mesmo sabendo que está agindo contra o seu progresso?

Segundo passo: Aceite a realidade como fruto de suas criações e crenças passadas. Não há nada de errado em sua vida, é só você que está vendo isso. Onde você está e o que estiver enfrentando não importa tanto quanto você pensa! O que realmente importa é para onde você quer ir e o que deseja conseguir na vida e se der atenção a isso, ao invés de mergulhar nas reclamações, se sentirá melhor!

E uma vez que se sentir melhor, estará indo em direção ao que quer! Veja como é fácil! E terceiro: Comemore as coisas boas que acontecem! Desde um dinheirinho que chega a um alfinete que ganhou de alguém. Tudo que você ganha de bom merece ser evidenciado. Alegre-se com um sorriso que recebeu de quem ama, alegre-se quando ouvir palavras bonitas de alguém, claro que depende de quem estiver falando! Pelo Amor de Deus não saia dando ouvidos a qualquer coisa, dita por qualquer um.

Aprecie uma conversa boa com amigos, uma “cervejinha” ou refrigerante que tomou hoje em companhia daquela pessoa especial. Aquele programa ou filme que passou e que você assistiu. Foi bom assistir? Então, celebre! Dê importância ao que merece importância e despreze o que merece seu desprezo. 

E o que merece desprezo? O que te machuca e te faz mal. Enfim, o que te separa do Bem que vive em você. O que te coloca num caminho de resistência!

Bom, eu acho que consegui dar uma forcinha pra você. O resto é por sua conta, ok? Olha, a vida fica realmente bonita quando a tornamos bonita e isso está ao alcance de qualquer um, em qualquer lugar do Universo.

Seja Feliz,
Vinícius Francis 


Graças a Deus por todas as coisas. E se você deseja expandir sua emoção de gratidão e bem-estar, o conhecimento é sempre a melhor ferramenta. Clique nesta imagem ao lado e conheça os trabalhos, cursos e livros disponíveis pra te ajudar em seu progresso. =] 

2 comentários:

  1. Com essas atitudes poderemos conseguir uma maior integração de nosso ser e assim iniciar um processo de transformação das energias negativas em energias positivas e, portanto, conseguirmos promover uma realidade mais harmoniosa e feliz.

    ResponderExcluir
  2. Simplificar as coisas faz parte da receita da felicidade, lindo texto amigo Vinícius Francis!

    ResponderExcluir

Deixe aqui sua opinião ou pergunta.