domingo, 19 de agosto de 2012

Elohins sobre os "Índigos e Cristal"




São seres que estão mais conscientes de si do que a maioria que está na crosta da Terra. Índigo e cristal são apenas referências ou nomes que vocês dão, da mesma forma que deram à fonte o nome de Deus e compreendemos isso! De fato vocês estão num mundo físico onde tudo necessita de uma forma de compreensão e reconhecimento, por isso há a necessidade do nome.

Contudo, esses espíritos que vocês citam desta forma são amigos que estão neste momento na escala de expansão, mais lúcidos em si mesmos e o que é isso? Explicamos: Estar lúcido é estar mais interagido com a sua parte divina, ou maior parte, estar lúcido é estar mais “consciente de quem vocês são e dos potencias que têm”.

Quando dizemos que há aqui ou ali um ser “índigo”, estamos dizendo que ali há alguém que está lúcido de que a lei do Universo é a felicidade e Abundância, mesmo que ele ainda não cultive dela, ele sabe em seu interior que há algo errado com a pobreza, mesmo que ele esteja doente, ele está consciente de que há algo errado com a doença.

Muitos desses quando imergem numa realidade física como a vossa passam parte do tempo de sua experiência física tentando compreender as coisas e novamente vamos dizer o porquê do questionamento: O contraste! O contraste os leva a questionar, eles veem o sofrimento e não concordam com ele e se questionam: Não deveria existir mais felicidade? 

E isso ocorre muitas vezes a nível inconsciente!  Eles ainda quando pequenos neste mundo, não sabem bem de onde vêm essas “informações”, não sabem de onde vêm essas sensações sobre isso ou aquilo.

Esses mais lúcidos de que há mais do que podem ver, vieram de uma etapa de experiência mais expandida, dizemos, vieram de planos onde muitas das coisas que hoje existem na Terra, não existem mais. E achamos isso ruim? Não, de maneira nenhuma, apreciamos!

Contudo, sabemos que vocês questionam: Por que eles viriam a este mundo onde há o contraste de forma tão abrangente? 

E respondemos: Eles vieram por livre e espontânea vontade, eles vieram porque onde viviam antes, aprenderam a considerar o contraste como algo tremendamente inspirador, lá aprenderam que através do múltiplo contraste eles podem se identificar melhor, eles podem escolher melhor, porque se há o contraste logicamente há abundância de oportunidades em todo o lugar, eles vieram porque lá aprenderam a transformar o contraste em oportunidade de alinhamento e estão agora, amavelmente através de suas experiências na Terra, oferecendo isso a vocês!

Eles estão aí na Terra, muitos deles, não para parecerem mais evoluídos, como muitos daí dizem, não! Eles estão para mostrar à Humanidade que não há por que temer o contraste, não há motivo para temer o sofrimento, mesmo que ele pareça grande e insuperável, não há motivo para temer a escassez num Universo em que só há abundância! Não há a necessidade da crença na falta porque intimamente eles levam a certeza de que: Se cem estão com fome, a Fonte se expande e oferece cem vezes mais do que a necessidade deles.

Eles estão na terra para vos dar um recado: Vocês podem, quando quiserem, se sintonizar com a energia que cria tudo e podem se souberem como fazer, transformar toda a situação ruim do planeta em benção! Vocês podem, se assim souberem como fazer, anular o que chamam de mal e se focar naquilo que vos promove a sensação do Bem. 
Não há nada de errado com vocês (eles diriam). Não há nada de errado com a Terra, em nosso planeta passado, também vivemos algo parecido e em meio a tudo isso descobrimos que tudo é uma questão de direcionamento e de foco, tudo é uma questão de escolha e quando soubemos disso visceralmente, fomos capazes muitas vezes de reverter as situações caóticas de nossos planetas, elevando-os a um estado de Bem, porque compreendemos que quando desejamos algo, a Fonte prontamente nos proporciona esse algo em um nível muito mais abundante que o nosso próprio pedido, compreendemos que o Bem e somente ele existe e agora, estamos na Terra para vos mostrar a mesma coisa!

Eles podem momentaneamente, na infância ou durante grande parte da Vida se confundir com o vosso sistema social, podem sofrer certos desequilíbrios por ainda não entenderem nesta nova vida como lidar com o que vocês chamam de “mal”, mas uma vez que eles se encontram, se alinham e tornam-se capazes de expandir a vibração do Bem de uma forma maravilhosa estão aptos semear o Bem e de oferecê-lo em abundância a todos que dele têm fome! Eles conseguem mostrar ao mundo que a Felicidade e a alegria podem ser achadas e vividas em qualquer estado momentâneo. E bem sabem que quando isso é assumido verdadeiramente, qualquer estado ruim se transformará magicamente num novo estado pleno e abundante! Estamos satisfeitos com nossa colocação, basta! Haja luz!

 Elohins por Vinícius Francis

Um comentário:

  1. Amados elohins sempre valorizando a todos da terra de igual modo, mostrando que as diferenças vibratórias são troca de energias, que motivam ao aprendizado!

    ResponderExcluir

Deixe aqui sua opinião ou pergunta.