terça-feira, 28 de junho de 2011

O poder divino do Amor





Da cidade de luz e de Amor, são emanados raios infindáveis de bem e de paz a todos vocês. Amamos-vos com um amor singular e de uma forma ímpar. 

Acreditamos no potencial de vocês e o que nos difere da maioria dos humanos quanto ao amor é nossa forma de amar.

Observamos aquilo que vocês chamam de amor, um estranho sentimento que se baseia no apego e na dissonância do Eu. Ouvimos muitos falarem que amam, porém o que é exigido de alguém que verdadeiramente ama, não achamos nestes que proferem erroneamente o amor.

No amor existe principalmente a confiança, a confiança por parte do ser que ama para com o amado. Aquele que ama, confia, crê que o amado possui em si a própria força e que com ela pode todas as coisas, vencer qualquer obstáculo, desobstruir qualquer caminho, abrir qualquer porta e mais do que isso, produzir aquilo que vocês chamam de "milagre".

O amor é o estado mais sublime, é a faixa mais perfeita e completa de vibração. Todo o Universo e suas leis estão fundamentados no Amor, mas no amor que descreveremos a partir de nossa perspectiva divina e ampla, de onde podemos vivenciar a existência percorrer o Universo de uma forma permissiva e graciosa.

O amor emite a maior das ondas de luz e também a melhor das canções já ouvidas por alguém, na canção do amor não há versos que cantam o orgulho, o ego, a vaidade. Não há versos que resistem, que julgam, que impedem o crescimento. Na canção da vida não existem dores, fardos, cansaço e nem cobrança.

Os versos da mais linda das canções estão repletos de rimas de paz, permissão e prazer. Estão cheios da energia da vida. Sua harmonia é perfeita e sublime, agrada a todos que a ouvem e o mais estranho é que esta canção não pode e nem deve ser ouvida com os ouvidos, pois este traduziria apenas 0,5% de sua beleza e divindade.

A música do amor deve ser ouvida pelos sentidos da alma, pois a alma é a única que consegue ler o coração de Deus. E o que é o coração de Deus senão o Amor? Este amor que escrevemos e explicamos com terminologias e comparações humanas, que traduzimos da energia vibratória para a energia física. Nosso canal acha que são seus dedos que digitam e seu pensamento que pensa, mas não é. A fonte nele é quem opera tais coisas e se estamos em união com ela, digitamos cada letra junto com ele.

Pensamos cada palavra com ele e o mais divino é que fazemos isso com sua permissão e de mãos dadas. Não o afastamos de seu “Eu” e nem de sua consciência individual, pois aquilo que procede da fonte, procede vibratoriamente e o que é vibratório, não infere o arbítrio de ninguém.

Fazemos isso porque amamos, então, compreendem agora o que é amor? Entendem que para amar não precisam tomar as rédeas de coisa alguma que está fora de vocês? Percebem que quando há a união dos espíritos e da intenção, este elo se faz com a energia do amor? Quando há a mesma intenção há o amor. E quando não há a mesma intenção ele vive, mas não interage, pois ele é tão divino que respeita e de forma nunca evasiva atua.

Amai com este amor, se há a mesma intenção, há a possibilidade de interação e se não há esta possibilidade, não pode haver intenção e o amor não deve interagir e sim respeitar de seu próprio ponto de ser.

O Amor que existe aqui e que é incessantemente dirigido a vocês, flui nesse contexto de vibração que explicamos e chega até vocês dessa forma. Enviamos nossa paz e não somente enviamos, como ela já vive em torno de vocês, no entanto, cabe a cada um de vocês permitir que ela entre.

Vocês possuem um potencial divino que definitivamente desconhecem. Às vezes observamos cada um de vocês com seus temores, limites e medos, cada um do seu jeito e não podemos compreender como seres tão magníficos e poderosos se dão à pobreza do medo e da dúvida. Se vocês tivessem a consciência em si do enorme poder e fluxo de energia que percorre seu espírito, não andariam solícitos quanto às coisas desta vida.

Estariam gastando força em rejubilar e quando o fizessem, convocariam cem vezes mais desta mesma força. Ah se soubessem e tomassem consciência do que “é” vocês, do que há aqui para vocês, do que é parte de vocês e do enorme potencial que a vida depositou em vocês!

Não estariam pela estrada da vida lamentando e sustentando sentimentos de fraqueza e incapacidade. Não estariam observando o que não querem e dando sua preciosa força para isso. Não estariam avaliando os problema dos outros, do mundo ou da própria vida.

Aquele que tem consciência de si mesmo e de seu poder, o executa e não espera que executem por ele. Quem possui essa consciência ativada age com impulsos vibratórios, seu coração fala primeiro e nunca suas mãos.

Sua alma é seu guia e seu destino, sua vida baseia-se na satisfação pessoal e na expansão de si mesmo, pois quem tem posse de si, sabe que expandir a si mesmo é causar expansão em tudo, pois o tudo, está integrado nele.

Aquele que possui o poder anda confiante, pois sabe que o Universo que é a casa de Deus, é provido de infinitos recursos e meios para que ele tenha tudo o que quer e deseja com sua alma.

Tenham fé, fé verdadeira de que viveis num paraíso universal, vocês vivem no cosmos e no cosmos a perfeição subsiste sempre em tudo. Não há falta aqui e nem aí, não há mal, não há problema e não há dor. Abracem essa crença, a fonte ama vocês e emite da forma mais sincera o amor incondicional e nesse amor incondicional existem as inúmeras e infinitas reservas de tudo o que precisam, de tudo o que desejam e de tudo o que gostariam de viver. Basta apenas que se conectem a esse fluxo, e como o fazem? Amem, amem e estejam nesse profundo alinhamento, onde o benefício e a abundância são as únicas coisas possíveis! Estejam no amor de si mesmos e o Tudo residirá em vocês! O Amor de si mesmo é a chave que abre as portas da felicidade. Haja luz!

Elohins por Vinícius Francis

Um comentário:

  1. O amor é de essência divina. Desde o mais elevado até o mais humilde, todos possuímos, no fundo do coração, a centelha desse fogo sagrado.
    Eu amo e sou amado.

    ResponderExcluir

Deixe aqui sua opinião ou pergunta.