quinta-feira, 24 de março de 2011

O jardim do Amor




Havia um homem que possuía um jardim, este jardim era o mais belo de todos pela região. Ele amava as plantas e as flores que criava, todos os dias caminhava entre elas, falava com elas, colocava água, adubo e muito, muito amor.


Todos que passavam por ali ficavam admirados com a beleza das flores e perguntavam ao senhor, o que ele fazia para que as flores e todo o seu jardim permanecessem tão belos. E constantemente, ele respondia sempre a mesma coisa: O amor.


E a todos dava esta resposta. O jardim estava vivo e lindo sempre. Não importava o clima, não importava o momento, ele estava sempre belo e colorido. Num belo dia, este senhor se desentendeu com sua esposa, ficando muito triste e aborrecido e sempre que ia até o jardim, queixava-se ali com suas flores e plantas.


Passado dez dias, seu jardim já não era o mesmo. As flores murcharam e as plantas perderam seu verde. As cores já não eram mais intensas e brilhantes. Estava morto e totalmente sem vida. E o senhor via o estado do jardim e não compreendia o porquê de todas as plantas murcharem. Regava constantemente com a água mais pura que havia e nada, colocava adubo em dobro e não havia sequer um sinal de melhora e o estado do jardim se deteriorava diariamente.


O jardim é a representação de sua própria vida e criação, o homem é "você" e sua esposa é sua vibração. 


Toda vez que você diverge internamente com sua vibração, seu sentimento natural é de tristeza e aborrecimento. Usamos "esposa" para comparar a união da alma que acontece com os dois com a vibração em união com seu próprio eu.


Perceba que nem mesmo todos os cuidados diários com as plantas as trouxeram de volta à vida. Nem um deles sequer pôde reanimar as plantas que padeciam constantemente. Agora, não é a divergência com a esposa que o fez padecer, uma vez que sua esposa é "figurativa", não real. E sendo que ela nem tinha contato direto com o jardim. Mas ele tinha contato com ela, ou seja, sua própria vibração.


Em desacordo com sua própria vibração, causa-se divergência, que resulta em desarmonia, arrastando tudo em que você se contata ao fracasso e morte. “Desarmonizar-se” com sua própria vibração é destruir sua vida, tudo, simplesmente tudo em sua vida, não vive ou permanece por causa de seus “cuidados” externos, mas sim por sua vibração.


Cuidem de sua vibração, mantendo-a erguida sempre, brilhando, como disse Cristo: Não esconda a sua luz, ascenda-a, deixe que ela brilhe. Não importa a intensidade de seu brilho, importa que brilhe, sempre.


Somente quando se alinharem em uma conexão exata com seu eu, que chamamos de vibração maior ou vibração divina, que é a procedência manifesta da fonte em vocês, é que poderão experimentar a beleza de seu jardim ou sua experiência de vida.


Queremos que saibam, que seu jardim e o de todos antes desta experiência, era florido e exatamente como sempre desejaram que fossem. Era lindo e florido em todo o tempo, não importava a situação externa. No entanto, ao imergirem nesta vida física, por causa do contraste, que deveria servir de combustível para seu bem estar, escolheram “brigar” com sua vibração maior, causando-lhes dor e ausência de vida. Estão aí para alinhar isso, nesta vida e agora. Não será em um céu futuro ou em algum plano superior. É agora, seu momento de vida é agora. Somente agora podem alavancar sua felicidade interna para que a mesma repercuta em seu jardim.


Entendam, não há nada que possam fazer em seu campo externo que venha surtir efeito em sem jardim. Somente o amor, que é o alinhamento perfeito e completo com tudo, realmente floresce todas as coisas em sua volta.


Voltem-se a si mesmos. Abracem-se mais e mais a cada dia, concordem com tudo o que a fonte interna lhes diz. Esta fonte é o Pai de que Jesus falava, que sabe perfeitamente lhes dar boas coisas, por que dela procedem todas as boas coisas.


Querem saber se o jardim deste homem voltou a florir e ser como antes? Bem, este homem esta aí dentro de cada um de vocês e o resultado ou conclusão disso, vocês escolhem agora, nesta vida, neste hoje e neste agora. Qual a sua escolha?


Dê o final que acham que esta história merece em vossa própria experiência, lembrando que nenhuma história real, tem um final definitivo e totalmente previsível. Se contássemos o final, o contaríamos segundo nossa própria perspectiva, mas queremos que escolham por si aquele que lhes cabe, uma vez que são vocês os donos de sua própria história! Haja luz!!!!
Elohins por Vinícius Francis

Texto para meditação:
Uma das coisas mais importantes para se ter uma vida feliz e satisfatória é o equilíbrio de nossas emoções, é extremamente necessário que consigamos isto, pois nossas emoções são inteiramente responsáveis pelas coisas que vêm até nós. Não adianta desejar uma coisa e vibrar outra, uma pessoa que deseja saúde, não pode se sentir doente, senão nunca será curada.


Além das manifestações físicas, existe um ponto mais importante sobre as emoções, que de fato deve ser o objetivo principal. Façamos a nós mesmos esta pergunta: Para que quero todas estas coisas? Por que eu desejo ter em minha manifestação física tais coisas? Bem, a resposta é simples e sempre única, não importa o seu desejo, é sentir-se bem. É isso que todos os seus sonhos realizados podem fazer por você, fazer com que você se sinta bem. Não existe outro motivo, então logo, esta é a coisa mais importante nisso tudo, equilibrar as emoções para sentir-se bem consigo, primeiramente, o resto, que é a manifestação física de tudo o que você deseja , virá como conseqüência natural.


Não há nada melhor no Universo do que isso, ter uma vida feliz, alegre, empolgante e prazerosa é maravilhoso. Imagine como seria bom se você pudesse se levantar todos os dias de manhã e sentir um enorme entusiasmo pelo seu dia, numa grande expectativa positiva? Não seria bom acordar e dar um bom dia sincero para as pessoas, passar uma manhã feliz, longe do stress e da preocupação? Não seria bom se você pudesse encontrar com seus amigos, colegas de trabalho e até com seu patrão e cumprimentá-los com alegria? É isso que o bem estar proporciona, quando se está bem consigo, sobra tempo para admirar o dia, o sol, a chuva, as flores, os animais, as pessoas e tudo de bom que há neste mundo. Agora travar uma luta diária contra tudo e contra todos, preocupar-se com as contas, com a falta disso e daquilo é sintonizar-se no mal-estar. Mas você poderia dizer: É muito fácil falar, só eu vivo esta situação e só eu sei o quanto ela é desconfortável! Sim, mas é bom que saiba que quanto mais você reclama e justifica sua dor e sofrimento, mais você os convida a entrar em sua vida.


É, está na hora de rever seus conceitos, pois o Universo nos oferece um estilo de vida que difere muito daquele que aprendemos a cultivar ao longo dos anos. É muito importante que você entenda que murmurar, reclamar e se chatear com qualquer situação é enviar seu foco de energia para ela. Se as pessoas soubessem que isto lhes faz mal, jamais fariam. Pois bem, uma vez, que aprendemos, podemos fazer melhor.


Qualquer pessoa do planeta reconheceria que viver despreocupado e alegre é a melhor coisa para todos, mas o melhor é saber que está em nosso poder e capacidade de escolha, possuir esta vida agora. É bom saber que nosso “jardim” reflete constantemente o nosso bem estar ou nosso mal estar. É bom saber que ninguém, além de nós, tem o poder para manifestar algo, seja bom ou ruim, em nossa própria vida. É bom saber que a opinião dos outros não pode interferir em nossas escolhas e manifestações se não quisermos. É bom saber que somos livres para viver tudo aquilo que sempre tivemos vontade e que não nos permitíamos por causa de nossas crenças e tabus, implantados em nós por uma sociedade altamente corrompida com valores divinos distorcidos. E acima de tudo, é bom saber que Deus nos ama, assim como somos e que não precisamos mudar nada para que ele nos ame mais, que escolhemos nosso destino e ele nos apóia sempre, que vivemos de acordo com nossas paixões e sonhos e ele jamais nos condenará, por nada. Este é um Deus que realmente merece ser chamado de bom.


Acreditar que somos seres divinos, que temos acesso ao poder do Universo, nos faz sentir merecedores de todas as coisas boas que existem e que desejamos. Acredite em si mesmo e nas suas convicções, siga seu caminho e ouça seu coração, é esta a mensagem primordial de tudo isso que escrevo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opinião ou pergunta.